1 evento ao vivo

Naomi Osaka fala pouco, mas acumula marcas importantes e embolsa R$ 11 milhões

Envergonhada, japonesa reconhece dificuldade de falar em público, e comemora 2º título de Grand Slam

26 jan 2019
11h33
  • separator
  • 0
  • comentários

A timidez de Naomi Osaka ao receber o troféu de campeã do Aberto da Austrália chamou a atenção do público. "Falar não é o meu forte", disse a japonesa, de 21 anos, que dividiu a conquista com a sua equipe e parabenizou a organização do torneio, além de parabenizar a adversária Petra Kvitova pela bela atuação.

Mas se a nova número 1 do tênis fala pouco, ela joga muito. Com o segundo título de Grand Slam - foi campeã do US Open ano passado -, Osaka vai ter seu nome colocado no primeiro lugar do ranking da WTA, nesta segunda-feira. Ela vai se tornar a 26ª mulher a alcançar o topo.

Osaka iniciou a disputa em Melbourne em quarto lugar, a melhor posição de sua carreira. Há um ano, a primeira asiática a ser a melhor do circuito internacional, ocupava apenas o 72º lugar.

Com o título na Austrália, Naomi Osaka repete a norte-americana Jennifer Capriati, que em 2001 foi a última tenista a vencer seu segundo Grand Slam logo no torneio seguinte ao de sua primeira conquista.

Osaka se tornou a 11ª jogadora a faturar de maneira consecutiva o US Open e o Aberto da Austrália. Pela conquista, a tenista, filha de pai haitiano e mãe japonesa, ganhou US$ 2,94 milhões (cerca de R$ 11,1 milhões).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade