2 eventos ao vivo

Nadal vence John Isner e vai à semifinal do Aberto de Pequim

6 out 2017
06h00
  • separator
  • comentários

Rafael Nadal está na semifinal do Aberto de Pequim, na China. Nesta sexta-feira o atual número um do mundo enfrentou o norte-americano John Isner e fez prevalecer seu favoritismo. Em uma hora e 45 minutos, o Toro Miúra superou o adversário por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/6 (7 a 0) para avançar no torneio e confirmar que segue em grande fase após o título do Aberto dos EUA, em setembro, seu 16º Grand Slam.

John Isner entrou em quadra com a difícil missão de acabar com a hegemonia do adversário. Antes desta partida, em seis encontros, o norte-americano havia perdido em todas as ocasiões. Nesta sexta-feira a história não foi diferente.

Embora não tenha tido vida fácil, Nadal tratou de ser cirúrgico em quadra para não decepcionar seus fãs e garantir a classificação. Depois de salvar um breakpoint no quarto game do primeiro set, o espanhol manteve a margem de erro baixa para aproveitar o vacilo do rival e conseguir a quebra no nono game e, posteriormente, fechar a parcial em 6/4.

No segundo set John Isner parecia ter acordado e dificultou ainda mais a vida de Nadal. Cabeça de chave número seis do torneio, o norte-americano adotou uma postura mais agressiva e conseguiu boas devoluções para novamente ficar próximo de quebrar o serviço do espanhol. Ainda assim, o Touro Miúra conseguiu evitar o breakpoint e, depois de também desperdiçar uma chance de quebra, levou a partida para o tie-break. Foi no período decisivo que experiência de Nadal falou mais alto, e ele acabou fechando a partida em 7/6 (7 a 0), garantindo vaga na semifinal do Aberto de Pequim.

Agora, na semifinal, Rafael Nadal terá pela frente o búlgaro Grigor Dimitrov, que mais cedo superou o espanhol Roberto Bautista Agut por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (7 a 5), 4/6 e 6/2. Campeão do torneio chinês em 2005, o atual número um do mundo vai em busca do bicampeonato e também de ampliar sua vantagem na liderança do ranking da ATP, se fortalecendo desta forma para o ATP Finals, torneio que reúne os melhores tenistas da temporada e no qual jamais conquistou o título.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade