0

Nadal oscila, mas supera francês em estreia no Masters de Toronto

Espanhola passa por Benoit Paire pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em 1h14min de jogo

8 ago 2018
22h50
  • separator
  • comentários

De volta às quadras nesta quarta-feira, o tenista espanhol Rafael Nadal oscilou mais do que esperava, mas venceu em sua estreia no Masters 1000 de Toronto, no Canadá. O atual número 1 do mundo derrotou o francês Benoit Paire pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em 1h14min de confronto.

Nadal não entrava em quadra desde a queda na semifinal de Wimbledon, diante do sérvio Novak Djokovic, no mês passado. Em seu retorno, fez um grande set inicial contra Paire, 55º do ranking. Faturou duas quebras de saque e salvou dois break points para fechar a parcial.

Na segunda, contudo, abusou das oscilações. Como saldo, perdeu o saque por três vezes. Só não se complicou porque o rival também foi irregular e perdeu o serviço em quatro games. No set, Paire colocou em quadra apenas 14% do seu primeiro saque, o que facilitou as quebras do favorito.

Nadal terminou a partida com apenas 10 erros não forçados, contra 28 do tenista da França. Paire acabou "pagando" por arriscar mais nas jogadas. Tanto que disparou 18 bolas vencedoras, contra apenas nove do líder do ranking.

Nas oitavas de final, o cabeça de chave número 1 vai enfrentar o vencedor do confronto entre o suíço Stan Wawrinka e o húngaro Marton Fucsovics.

Também nesta quarta, dois cabeças de chave se despediram da competição. O austríaco Dominic Thiem, vice-campeão de Roland Garros, foi eliminado logo em sua estreia, ao ser batido pelo grego Stefanos Tsitsipas, uma das sensações da temporada, pelo placar de 6/3 e 7/6 (8/6).

Ao despachar o número oito do mundo, o 27º do ranking se credenciou para o confronto com o sérvio Novak Djokovic, que mais cedo bateu o local Peter Polansky, convidado da organização, em sets diretos.

Décimo quatro cabeça de chave, o italiano Fabio Fognini teve seu embalo freado pelo local Denis Shapovalov por 6/3 e 7/5. Fognini, campeão do Brasil Open deste ano, vinha do título conquistado em Los Cabos, no México, no fim de semana. Foi seu primeiro troféu em quadra dura.

Mas, nesta quarta, Shapovalov fez valer o apelo da torcida. Curiosamente, foi justamente na competição canadense do ano passado - disputada em Montreal - que o tenista surgiu no cenário mundial do tênis. Nas oitavas, o canadense vai enfrentar o holandês Robin Haase, que derrotou o russo Mikhail Youzhny por 7/5 e 6/2. Haase já havia sido o responsável pela queda do japonês Kei Nishikori na estreia.

Outro representante da casa, Milos Raonic decepcionou nesta quarta. Ele caiu diante do norte-americano Frances Tiafoe pelo placar de 7/6 (7/4), 4/6 e 6/1. Tiafoe vai encarar agora o búlgaro Grigor Dimitrov.

Ainda nesta rodada, o russo Karen Khachanov despachou o espanhol Pablo Carreño Busta por 6/4 e 7/6 (7/3), enquanto o bielo-russo Ilya Ivashka venceu o americano Ryan Harrison por 7/6 (7/5) e 6/4. Outro tenista dos Estados Unidos, John Isner teve melhor destino ao derrotar o francês Pierre-Hugues Herbert por 7/6 (7/3) e 6/2.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade