2 eventos ao vivo

Nadal derrota sul-coreano com facilidade e avança às oitavas de final do US Open

Descansado após não precisar jogar na segunda rodada, espanhol supera Hyeon Chung por três sets a zero

31 ago 2019
20h35
  • separator
  • 0
  • comentários

Sem precisar jogar na segunda rodada por conta da desistência do australiano Thanasi Kokkinakis, o espanhol Rafael Nadal entrou em quadra neste sábado mais descansado e venceu com tranquilidade o sul-coreano Hyeon Chung, 170.º do ranking da ATP, por 3 sets a 0 - com parciais de 6/3, 6/4 e 6/2, em 1 hora e 58 minutos de partida - para avançar às oitavas de final do US Open, o quarto e último Grand Slam da temporada, em Nova York.

O atual número 2 do mundo não jogava desde a última terça-feira, quando estreou vencendo o australiano John Millman, 60.º colocado, também em sets diretos. Dois dias depois, o espanhol foi beneficiado pela desistência de Kokkinakis, em 203.º lugar, que sentiu uma lesão no ombro direito antes de entrar em quadra.

"Nunca se pode saber se é positivo ou prejudicial", disse Nadal sobre ter ficado quatro dias sem jogar. "De agora em diante, o mais importante é que me encontro nesta posição. Estou em condições de jogar as oitavas de final. Chegam momentos em que temos de nos exigir mais, estar 100% e estou preparado para isso", completou.

Esta foi a 60.ª vitória de Nadal no US Open. Além dos três títulos conquistados em 2010, 2013 e 2017, o espanhol de 33 anos também tem o vice-campeonato de 2011 e outras três semifinais em Nova York. Seu próximo adversário será o croata Marin Cilic, campeão em 2014, que bateu o norte-americano John Isner em um duelo de sacadores por 3 sets a 1 - com parciais de 7/5, 3/6, 7/6 (8/6) e 6/4.

Com a mesma dificuldade de Cilic, o alemão Alexander Zverev avançou pela primeira vez em sua carreira às oitavas de final no US Open. O feito do número 6 do mundo foi obtido com a vitória por 3 sets a 1 sobre o esloveno Aljaz Bedene, tendo de disputar nada menos que três tie-breaks. As parciais foram de 6/7 (4/7), 7/6 (7/4), 6/3 e 7/6 (7/3).

Mais velho que Zverev, o espanhol Pablo Andújar também avançou pela primeira vez às oitavas de final, mas não só do US Open como de qualquer um dos quatro Grand Slams. Em sua 32.ª participação em torneios Major, o atual número 70 do mundo derrotou neste sábado o casaque Alexander Bublik por 3 sets a 0 - com parciais de 6/4, 6/3 e 6/2.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade