0

Nadal concorda com opção de Federer de não jogar em Paris

31 out 2017
18h42
  • separator
  • comentários

O espanhol Rafael Nadal entende muito bem a opção de Roger Federer em não participar do Masters 1000 de Paris. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, o tenista número 1 do mundo declarou que o suíço fez certo em priorizar a saúde do corpo e evitar o risco de lesão.

Federer vem de duas competições seguidas, Xangai e Basileia, tendo vencido as duas, e preferiu se resguardar para o ATP Finals, que começa a ser disputado no dia 12 de novembro, em Londres. A decisão do segundo colocado do ranking da ATP foi vista com bons olhos por Nadal, que fez o mesmo ao se ausentar do torneio na Suíça.

Leia mais: Ferrer perde para Mannarino e cai na estreia em Paris

"Provavelmente, (Federer) deve acreditar que há um risco de lesão ou mesmo de ficar cansado se jogar em Paris", apontou o Touro Miúra.

"Ele tem se dado bem com as decisões que toma. Com certeza ele se sentiu mais cômodo depois de ganhar Xangai e Basileia, acreditando que será melhor para seu corpo e para sua preparação para Londres não estar aqui", continuou Nadal.

Sobre a ausência na Basileia, o espanhol lamentou, mas ressaltou que foi melhor ter se poupado. "Fiquei triste por não poder jogar na Basileia, que é um torneio no qual sempre tenho muito apoio. Foi uma decisão dura para mim, mas estava jogando muitas partidas e meu corpo pedia um descanso".

Com a ausência de Federer, Nadal passa a ser o principal favorito para a conquista do título em Paris, o último do calendário com a classificação de Masters 1000. Defendendo a permanência no topo do tênis em 2017, ele faz sua estreia em terras francesas nesta quarta-feira, quando em cara o sul-coreano Hyeon Chung (55º).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade