0

Nadal bate italiano, vai à final do US Open e buscará o 19º Grand Slam

Espanhol sofre no primeiro set, mas depois derrota Matteo Berrettini por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6), 6/4 e 6/1

6 set 2019
23h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Rafael Nadal sofreu bastante no início do jogo que fez com o italiano Matteo Berrettini, contra quem chegou a salvar dois set points no tie-break da primeira parcial, mas venceu por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6), 6/4 e 6/1, na noite desta sexta-feira, em Nova York, e avançou à final do US Open.

Com o triunfo nos Estados Unidos, o tenista espanhol vai buscar neste domingo, a partir das 17 horas (de Brasília), o seu 19º título de Grand Slam. O seu rival na decisão será o russo Daniil Medvedev, que horas mais cedo superou o búlgaro Grigor Dimitrov, também por 3 sets a 0, com 7/6 (7/5), 6/4 e 6/3.

Caso triunfe diante do rival da Rússia, o atual vice-líder do ranking mundial vai ficar a um troféu de igualar o recorde do suíço Roger Federer, maior vencedor de torneios de Grand Slam, com 20 taças. Já Medvedev, hoje na quinta posição da ATP, jogará pela primeira fez a final de um torneio desta importância.

Nadal buscará também o seu quarto título do US Open, onde anteriormente triunfou em 2010, 2013 e 2017. Com 83 taças de simples no circuito da ATP, ele entrou em quadra nesta sexta-feira como franco favorito diante de Matteo Berrettini, que apenas por enfrentar o espanhol fez história. Ele se tornou o segundo tenista italiano a jogar a semifinal do torneio masculino de simples do Grand Slam norte-americano e igualou o feito obtido por Corrado Barazzutti na edição de 1977 da competição.

A decisão deste domingo também será um confronto de gerações, pois Nadal tem 33 anos e Medvedev está com apenas 23. E será apenas a segunda vez que os dois vão se enfrentar. Na única ocasião em que mediram forças, o número 2 do mundo arrasou o jovem com parciais de 6/3 e 6/0 na final do Masters 1000 do Canadá deste ano.

Na partida que fez com Berrettini, atual 25º colocado da ATP, Nadal confirmou todos os seus saques sem oferecer nenhuma chance de quebra em toda a partida. Porém, o italiano também foi feliz em todos os serviços no primeiros set e forçou a disputa do tie-break. Neste desempate, o azarão surpreendeu ao abrir uma vantagem de 4/0 e depois de 5/2. Na sequência, ele teve dois set points ao abrir 6/4, mas o espanhol se salvou e fez quatro pontos consecutivos para ganhar a parcial.

A partir daí, Nadal passou a ser mais dominante e, ao converter um de quatro break points, fez 6/4 para abrir 2 sets a 0. E no terceiro, o espanhol atropelou com mais três quebras de saque e aplicou um 6/1 para liquidar a partida.

Medvedev, por sua vez, também precisou jogar um tie-break no primeiro set para abrir vantagem sobre Dimitrov, que surpreendeu ao ir à semifinal como atual 78º colocado da ATP e ao eliminar Federer nas quartas de final. E o búlgaro chegou a quebrar o saque do russo por três vezes no duelo, mas o seu oponente converteu cinco de nove break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade