1 evento ao vivo

Nadal arrasa australiano que foi algoz de Federer no US Open de 2018

Austríaco Dominic Thiem, cabeça de chave número quatro do torneio, foi eliminado logo na primeira rodada

28 ago 2019
00h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Rafael Nadal venceu com tranquilidade em sua estreia no US Open, na noite desta terça-feira. O dono de três títulos em Nova York arrasou o australiano John Millman, algoz de Roger Federer nas oitavas de final do US Open do ano passado, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 6/2, em 2h08min de confronto.

Atual número dois do mundo, Nadal é um dos fortes candidatos ao título no último Grand Slam da temporada, vindo direto do título do Masters 1000 de Montreal, conquistado há 16 dias. Diante do 60º do ranking, o espanhol dominou com facilidade a partir do fundo de quadra e demonstrou força nas devoluções, anulando uma das principais forças do rival, o potente saque.

Nadal obteve cinco quebras de saque na partida, sendo duas em cada um dos últimos dois sets. E não perdeu o serviço em nenhum momento do duelo. Milmann não aproveitou três break points. O espanhol terminou a partida com 31 erros não forçados, contra 22 do australiano. E disparou 22 bolas vencedoras, diante de 17 do adversário.

Na segunda rodada, Nadal enfrentará outro tenista da Austrália. Thanasi Kokkinakis, atual 203º do mundo, também avançou nesta terça ao superar o bielo-russo Ilya Ivashka por 6/3, 7/6 (10/8), 6/7 (4/7) e 6/2.

No US Open, Nadal tenta defender ao menos a semifinal obtida no ano passado, quando precisou abandonar a competição por questões físicas. Se não repetir a campanha e Federer ir longe na competição, o suíço poderá desbancar o rival da segunda posição do ranking da ATP.

Entre os demais cabeças de chave que entraram em quadra, avançaram o alemão Alexander Zverev (6º), o argentino Diego Schwartzman (20º), o italiano Matteo Berrettini (24º), os franceses Gael Monfils (13º) e Benoit Paire (29º) e o espanhol Fernando Verdasco (32º).

Por outro lado, o austríaco Dominic Thiem (4º), o russo Karen Khachanov (9º), espanhol Roberto Bautista-Agut (10º), o britânico Kyle Edmund (30º) e o canadense Felix Auger-Aliassime (18º) se despediram. O mesmo aconteceu com os experientes Jo-Wilfried Tsonga e Ivo Karlovic.

Feminino

Na outra chave de simples da competição, a romena Simona Halep e a dinamarquesa Caroline Wozniacki estrearam com vitória. Quarta cabeça de chave, a campeã de Wimbledon superou a local Nicole Gibbs por 6/3, 3/6 e 6/2. Sua próxima adversária será a também local Taylor Townsend, algoz da ucraniana Kateryna Kozlova por 3/6, 6/3 e 6/2.

Já Wozniacki, irregular ao longo da temporada 2019, derrotou a chinesa Wang Yafan por 1/6, 7/5 e 6/3. A ex-número 1 do mundo terá pela frente a local Danielle Collins, que avançou ao bater a eslovena Polona Hercog por 6/3, 4/6 e 6/4.

Outras cabeças de chave a vencer nesta terça foram a estoniana Anett Kontaveit (21ª), a croata Donna Vekic (23º) e a belga Elise Mertens (25º). Já a espanhola Carla Suárez Navarro (28ª) e a checa Barbora Strycova (31ª) se despediram de forma precoce em Nova York.

Sensação de Wimbledon, a jovem local Cori Gauff voltou a fazer bonito em um Grand Slam. A tenista de apenas 15 anos venceu de virada a também jovem russa Anastasia Potapova, de 18 anos, por 3/6, 6/2 e 6/4. Na sequência, a tenista da casa vai enfrentar a húngara Timea Babos.

Também venceram nesta terça a francesa Alize Cornet, a letã Jelena Ostapenko, a alemã Andrea Petkovic, a belga Kirsten Flipkens, a russa Anastasia Pavlyuchenkova, a estoniana Kaia Kanepi e a australiana Ajla Tomljanovic.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade