0

Melo/Kubot e Soares/Murray vencem e se enfrentam na semifinal em Paris

3 nov 2017
15h24
atualizado às 15h24
  • separator
  • comentários

O dia no Masters 1000 de Paris foi de bons resultados para o Brasil. Marcelo Melo e Bruno Soares venceram suas partidas de quartas de final e agora se enfrentam na semifinal do torneio. Melo e Lukasz Kubot finalmente estrearam na França e foi com o pé direito. O brasileiro e o polonês entraram direto na segunda rodada e não jogaram devido à desistência dos franceses Richard Gasquet e Lucas Pouille. Nesta sexta-feira, a dupla entrou em quadra e venceu os espanhóis Marc López e Feliciano López por 2 sets a 0, com duplo 6/3.

A dupla não enfrentou dificuldades para superar os espanhóis. No primeiro set, eles conseguiram a quebra de saque logo no segundo game e, sem sustos, mantiveram a vantagem para fechar o set em 30 minutos. Na segunda parcial, os adversários chegaram a salvar um break point no primeiro game, porém cederam a quebra no terceiro. Com a vantagem em mãos, Melo e Kubot voltaram a quebrar o serviço dos espanhóis no oitavo game, fechando o jogo.

Melo disputará a semi de Paris pela quarta vez na carreira. Ele foi campeão do torneio em 2015, jogando com o croata Ivan Dodig. Na temporada, o mineiro já soma cinco títulos e sua parceria com o polonês, iniciada em janeiro, já chega a 45 vitórias e 16 derrotas.

Bruno Soares, ao lado de Jamie Murray, venceu, nesta sexta-feira, a dupla de franceses Pierre Herbert e Nicolas Mahut por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 12-10, em 1h28.

Parecia que o brasileiro e o britânico passariam pelos adversários sem dificuldades, após abrirem 4 a 0 no início do primeiro set. No sexto game, eles chegaram a ceder uma quebra de saque, porém ainda com vantagem, fecharam a primeira parcial.

No segundo set, os franceses chegaram a salvar três break points e no game seguinte, conseguiram a quebra de saque. Soares e Murray não reagiram e viram os adversários fecharem a parcial em 33 minutos. O set desempate foi disputado ponto a ponto, sem que nenhuma das duplas conseguisse abrir vantagem. Com a partida em 11-10, o brasileiro e o britânico finalmente chegaram ao mini-break e fecharam a partida.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade