0

Medvedev surpreende Nishikori e vence ATP 500 de Tóquio

7 out 2018
12h00
  • separator
  • comentários

Uma das grandes promessas do tênis mundial, Daniil Medvedev mostrou que é cada vez mais uma realidade da modalidade. Neste domingo, o russo de 22 anos fez mais uma excelente partida na curta carreira e derrotou o atual número 12 do mundo Kei Nishikori por 2 sets a 0, parciais 6/2 e 6/4 e conquistou o título do ATP 500 de Tóquio, o terceiro desde que estreou como profissional, em 2014.

Com o título, o mais importante da sua carreira até o momento, Medvedev fica muito próximo de chegar pela primeira vez no Top-20 do mundo. Os pontos conquistados neste semana fazem com que o russo ganhe 11 posições e suba para a colocação 21, mais um indício do enorme potencial que o jovem tenista vem mostrando especialmente na atual temporada.

Curiosamente, os três títulos conquistados pelo russo foram em 2018. Além da conquista deste domingo, Medvedev venceu o torneio de Sidney, ao derrotar na decisão o australiano Alex De Minaur por 2 sets a 1, parciais 1/6, 6/4 e 7/5, e o torneio de Winston-Salem, ao ganhar na final o experiente americano Steve Johnson por 2 sets a 0, em um duplo 6/4.

Para vencer Nishikori, o jovem tenista precisou jogar como normalmente atua: agressivo no fundo de quadra, tomando a dianteira nos pontos e buscando forçar já no primeiro serviço. Com isso, Medvedev conseguiu evitar as trocas de bolas longas e desgastante do japonês e venceu o primeiro set por 6/2, após quebrar o saque do tenista da casa no quarto e no oitavo game.

Com uma estratégia eficiente, o russo manteve-se concentrado durante todos os games e dava poucas chances para Nishikori, que não conseguia transformar todo seu talento em quebra de saque, muito pelo forte serviço do oponente deste domingo.

O segundo set foi mais equilibrado, com o japonês sendo mais eficiente no seu serviço, utilizando de bolas com efeito e da sua extrema capacidade de movimentação para errar menos e ser mais agressivo. No entanto, Medvedev continuou firme e quebrou o saque de Nishikori no décimo game da parcial, no último game do jogo, fazendo 6/4 e conquistando o ATP 500 de Tóquio pela primeira vez na carreira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade