0

Fumaça faz tenista passar mal e desistir de partida no quali do Aberto da Austrália; assista

'Estava com medo de entrar em colapso', diz eslovena Dalila Jakupovic após ataque de tosse

14 jan 2020
11h28
  • separator
  • 0
  • comentários

A péssima qualidade do ar em Melbourne, na Austrália, provocada pela fumaça dos incêndios florestais que atingem o interior do país, tem prejudicado os tenistas neste início de temporada. A eslovena Dalila Jakupovic, por exemplo, teve um ataque de tosse e abandonou a partida contra a suíça Stefanie Voegele, válida pelo qualifying do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano.

"Estava com muito medo de entrar em colapso. Foi por isso que caí no chão, não conseguia mais andar", disse Jakupovic, número 201 do ranking da WTA. "Não tenho asma e nunca tive problemas respiratórios. Na verdade, gosto de calor, mas não conseguia mais respirar".

A canadense Eugenie Bouchard também relatou dificuldades em sua partida contra a chinesa Xiaodi You. "Senti que era difícil respirar e fiquei um pouco enjoada", disse. "As condições pioraram durante a partida. Como atleta, queremos ter muito cuidado, nossa saúde física é uma das coisas mais importantes. Não é ideal jogar nessas condições", reclamou.

O australiano Bernard Tomic foi outro que reclamou da qualidade do ar e chegou a receber atendimento médico na partida diante do norte-americano Denis Kudla. "Não entra ar. Estou ficando cansado", disse.

Já ex-número 1 do mundo Maria Sharapova teve de interromper um jogo-exibição em Kooyong contra a alemã Laura Siegemund. "Comecei a sentir uma tosse no final do segundo set, mas, como estou doente há algumas semanas, pensei que tinha algo a ver com isso", disse Sharapova. "Mas, ouvi Laura falar com o árbitro e ela disse que estava se sentindo assim também."

Treinos previstos para esta terça-feira foram suspensos pelos organizadores do Aberto da Austrália, enquanto jogos qualificatórios tiveram de ser adiados por até duas horas. O alemão Alexander Zverev e o belga David Goffin treinariam nas quadras do Melbourne Park, mas cancelaram os trabalhos. Nomes como Stefanos Tsitsipas, Rafael Nadal, Karolína Plísková e Cori Gauff também suspenderam seus treinamentos.

"As práticas foram suspensas temporariamente esta manhã, devido à má qualidade do ar. As condições no lugar vão melhorando e são constantemente examinadas. Como sempre, a saúde e a segurança dos nossos jogadores, do nosso pessoal e do nosso público são nossas prioridades", explicou a organização do Aberto da Austrália em um comunicado.

A chave principal do Grand Slam continua marcada para começar no dia 20. A organização prometeu, se necessário, realizar os jogos somente em três quadras fechadas por causa da fumaça.

BRASILEIROS

O primeiro dia de qualifying em Melbourne não foi bom para os tenistas do País. O paranaense Thiago Wild caiu logo na sua primeira partida da carreira em um qualificatório de Grand Slam. O tenista de 19 anos perdeu para o alemão Peter Gojowczyk, cabeça de chave 16 e atual número 119 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Nesta quarta-feira, mais dois brasileiros vão abrir campanha no Aberto da Austrália. Será a vez do mineiro João Menezes e da gaúcha Gabriela Cé estrearem no qualifying. A tenista será a primeira a entrar em quadra contra a norte-americana Sachia Vickery, atual 151 do mundo. Na sequência, o atual campeão pan-americano encara o russo Evgeny Donskoy, 110.º colocado do ranking da ATP.

Os dois buscam uma classificação inédita para um Grand Slam, que já tem um brasileiro garantido na chave de simples. É o cearense Thiago Monteiro, que nesta semana está participando do ATP 250 de Auckland, na Nova Zelândia. Em duplas, a paulista Luisa Stefani, o gaúcho Marcelo Demoliner e os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo estão com presença garantida.

Depois de furar o qualifying e vencer o primeiro jogo na chave principal de simples em Auckland, Thiago Monteiro estreou nas duplas, mas foi derrotado nesta terça-feira. Ele e o boliviano Hugo Dellien perderam para o britânico Dominic Inglot e o paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4.

Em simples, o tenista brasileiro jogará nesta quarta-feira contra o francês Benoit Paire, cabeça de chave número 5 na Nova Zelândia, pela fase de oitavas de final.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade