PUBLICIDADE

Flipkens se despede do tênis: 'Sentirei falta dos torcedores e da adrenalina'

Campeã juvenil e semifinalista no profissional, belga despede-se do tênis na grama sagrada de Wimbledon

1 jul 2022 - 14h57
Ver comentários
Publicidade

A semifinalista de Wimbledon em 2013, a belga Kirsten Flipkens, ex-top 23 e atual 62ª, se aposentou do circuito profissional em simples ao ser derrotada pela romena ex-número 1 e atual 19ª, Simona Halep, em um jogo intenso, técnico e emocionante.

AELTC
AELTC
Foto: Lance!

Halep levou a melhor em 7/5 6/4 e protagonizou um momento de emoção com a adversária de 36 anos no cumprimento junto à rede.

beautiful embrace between Halep and Flipkens at the conclusion of her last singles match pic.twitter.com/w4E8ZT5yLB

— Ryan (@Some1NamedRyan) June 30, 2022

Emocionada, Flipkens agradeceu a oportunidade de se retirar: "É claro que as emoções me pegaram, esse é meu jogo de despedida", disse ela ovacionada pelo público e aplaudida por nomes históricos do tênis de seu país, como a ex-número 1 do mundo Kim Clijsters. "Encerrar minha carreira contra uma campeã como Simona, numa quadra como essa, diante de um público como vocês.. é um sonho. É mesmo um sonho. Quando eu vim aqui pela primeira vez, Kim Clijsters estava jogando o torneio juvenil e eu pensei 'Nossa, uma vez na minha vida vou jogar lá' e então fui a campeã do juvenil em 2003, semifinalista em 2013 e Wimbledon está no topo da minha lista de conquistas Sempre será um lugar especial pra mim. Estou muito feliz de poder dizer 'adeus' aqui", seguiu ela em discurso no último jogo da Quadra 2 do complexo de All England Club, que testemunhou até o último minuto o talento da belga para o tênis na grama.

What a shot from Flipkens! pic.twitter.com/V9pM2NjKzm

— Marty (@Svitoflopina) June 30, 2022

Após a despedida em quadra e com o choro contido, Kirsten Flipkens conversou com os jornalistas e falou sobre o momento: "Foi um jogo duro, com múltiplas chances. Acho que Simona jogou um grande jogo, foi melhor do que eu desde que estava 2/5 abaixo no 1º set, mudou um pouco de tática e funcionou".

Sobre a despedida das quadras, a belga confirmou que a retirada do circuito é em simples, que ela planeja seguir no circuito de duplas, pelo menos até o US Open para ver como segue. "Verei como as coisas seguem, como me sinto. Mentalmente, depois de hoje, fecho uma capítulo importante da minha vida. Não queria me retirar nas duas categorias, porque curto muito jogar duplas, não é preciso viajar tanto se você não quer. Eu ainda curto o esporte, viajar, mas não pro 30 semanas ano ano", confessou.

Flipkens refletiu sobre o que mais sentirá falta: "O que mais me fará falta será interagir com os fãs, a despedida que tive hoje, a ovação da torcida e as palavras de Simona. Sentirei falta da adrenalina, de entrar em quadra, estar concentrada... Há muitas outras coisas que sentirei falta, mas essas, torcedores e a adrenalina, sentirei mais".

A, agora, duplista reconhece que na grama de All England Club foi onde teve mais sucesso, mas tem muito do que se orgulhar: "Há muitas outras coisas das quais me sinto orgulhosa. Tenho boas recordações da Billie Jena King Cup jogando ao lado de Kim e Justine (Henin - ambas ex-números 1 do mundo), meu título WTA em Quebec e mais um monte de coisas. Se tenho de me focar num resultado, seriam as quartas de finais aqui diante de Petra (Kvitova) em 2013".

Lance!
Publicidade
Publicidade