0

Duplas de Melo e Soares perdem na estreia no Masters 1000 canadense

Ao lado de Lukasz Kubot e Jamie Murray, respectivamente, brasileiros entram na segunda rodada e são derrotados

9 ago 2018
16h26
  • separator
  • comentários

Os duplistas brasileiros decepcionaram no Masters 1000 de Toronto, evento canadense disputado em quadras rápidas. De bye na primeira rodada, Bruno Soares, em parceira com Jamie Murray, e Marcelo Melo, ao lado do polonês Lukasz Kubot, estrearam nesta quinta-feira nas oitavas de final e foram eliminados.

Kubot e Melo encararam o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus e perderam por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 11/9, em 1 hora e 21 minutos. O duelo teve 15 aces, sendo nova disparados por Klaasen e Venus. Além disso, cada dupla converteu um break point no set que venceu.

No match tie-break, então, o sul-africano e o neozelandês se deram melhor e se classificaram às quartas de final do Masters 1000 de Toronto, se vingando da derrota para os rivais nas oitavas da edição deste ano do Torneio de Roterdã.

Já Soares e Murray ofereceram menos resistência. Eles encararam o croata Nikola Metic e o austríaco Alexander Peya e perderam por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1 hora e 17 minutos. O brasileiro e o britânico também haviam superado os rivais nesta temporada, nas semifinais do Torneio de Acapulco.

Cada dupla teve oito break points no duelo, mas enquanto Soares e Murray não conseguiram aproveitar nenhum e ainda cometeram quatro duplas faltas no duelo, a parceria europeia converteu um em cada parcial, o que foi suficiente para assegurar o triunfo deles.

Com as derrotas desta quinta-feira, tanto Murray/Soares como Kubot/Melo repetiram a campanha do ano passado no Masters 1000 canadense, que em 2017 foi realizado em Montreal, tendo caído na segunda rodada.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade