9 eventos ao vivo

Djokovic supera Schwartzmann e decide o Masters 1000 de Roma com Nadal

Sérvio número 1 do mundo derrota adversário em jogo de três sets, com parciais de 6/3, 6/7 (2/7) e 6/3

18 mai 2019
18h37
atualizado às 18h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Novak Djokovic precisou superar mais uma batalha para se classificar à final do Masters 1000 de Roma. Um dia após derrotar Juan Martin del Potro em um duelo com 3 horas de duração, o sérvio mediu forças com outro tenista da Argentina, Diego Schwartzmann, e precisou ficar em quadra por 2h31 para superá-lo.

Em um jogo de três sets, o número 1 do mundo derrotou o 24º colocado no ranking da ATP por 6/3, 6/7 (2/7) e 6/3. Neste domingo, em duelo previsto para começar às 11 horas (de Brasília), terá pela frente na decisão o espanhol Rafael Nadal.

Djokovic vai buscar o seu quinto título em Roma - levou a taça em 2008, 2011, 2014 e 2015 - contra um adversário que já venceu o evento em oito oportunidades. O sérvio e o espanhol também somam 33 conquistas de Masters 1000, sendo os maiores vencedores desse tipo de torneio, com o número 1 do mundo vindo embalado por ter sido campeão em Madri na semana passada.

A partida deste domingo vai ser a 54ª entre eles, com Djokovic tendo vantagem de 28 a 25, ainda que no saibro Nadal soma 16 triunfos em 21 duelos. O sérvio também ganhou as duas partidas anteriores, na semifinal de Wimbledon em 2018 e na decisão do Aberto da Austrália nesta temporada.

No confronto deste sábado com Schwartzmann, Djokovic abriu vantagem ao converter break point no oitavo game, fechando a primeira parcial na sequência em 6/3. O duelo no segundo set foi equilibrado, com os tenistas trocando quebras de saque entre o sexto e o nono games. A definição, então, foi para o tie-break, em que o argentino aproveitou os erros do sérvio para triunfar por 7/2, empatando a semifinal.

O terceiro set da partida foi bem parecido com o primeiro. Novamente Djokovic conseguiu quebra de serviço no oitavo game, para depois confirmar o seu saque, assegurando presença na decisão do Masters 1000 de Roma.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade