PUBLICIDADE

Djokovic, Nadal e Alcaraz estreiam nas oitavas de final de Roland Garros neste domingo

Tenista sérvio enfrenta o argentino Diego Schwartzman; Espanhóis enfrentam Felix Auger-Aliassime e Karen Khachanov, respectivamente

29 mai 2022 05h10
ver comentários
Publicidade

Os três grandes aspirantes ao título de Roland Garros, o sérvio Novak Djokovic e os espanhóis Rafael Nadal e Carlos Alcaraz, iniciam neste domingo, a segunda semana no torneio parisiense, com o começo das oitavas de final.

Sem ceder um único set nas três primeiras partidas, Djokovic enfrentará na quadra Suzanne Lenglen o argentino Diego Schwartzman, sexto no ranking da ATP, e único representante do tênis sul-americano na segunda semana de Roland Garros.

"Esse é um dos jogadores mais rápidos do circuito e seus melhores resultados foram conquistados no saibro. O conheço muito bem, já jogamos excelentes partidas em diferentes superfícies. Quando o enfrenta, sempre espere que a bola irá voltar, mas estou pronto para esta batalha física", destacou o sérvio sobre el 'Peque'.

Semifinalista em Paris em 2020 e eliminado quartas de final em 2018 e 2021, Schwartzman já enfrentou o vencedor de 20 Grand Slams uma vez em Roland Garros: foi em 2017 e o sérvio venceu em cinco sets, 5-7, 6-3, 3-6 , 6-1 e 6-1.

"Terei de sacar mais forte nas linhas, pois ele é tem uma das melhores devoluções do mundo; tendo de movê-lo pela quadra e aproveitar qualquer momento em que ele possa baixar a guarda. Qualquer chance deve ser aproveitada, caso contrário as coisas se tornarão muito complicadas", disse o argentino depois de vencer o búlgaro Grigor Dimitrov com um grande jogo

Caso supere o argentino, Djokovic poderá cruzar o caminho de outro velho conhecido nas quartas de final, Rafael Nadal, que 'em casa', na quadra Philippe Chatrier, receberá o canadense Felix Auger-Aliassime (nono no ranking), com a curiosidade de de que o adversário reina frequentemente na academia que o 13 vezes campeão tem em Paris, em Mallorca, e agora é aconselhado por Toni Nadal, tio de Nadal e que foi seu treinador ao longo de sua carreira até o final de 2017.

"Para mim é muito simples: é meu tio. Não tenho dúvidas de que ele queira o melhor para mim e não creio que não vai torcer para eu vencer, mesmo que eu trabalhe com outra pessoa. Zero problemas. Os sentimentos que temos um com o outro seguirão sendo os mesmos", explicou Nadal, que também chega às oitavas sem ceder um set e, mais importante, sem sinais de dor em seu pé esquerdo que lhe tirou do Masters 1000 de Roma, dez dias antes do início de Roland Garros.

E na sessão noturna da quadra central, jogará o outro trunfo espanhol para o título, o jovem Carlos Alcaraz, que aos 19 anos é tido para ser uma das grandes estrelas do tênis mundial em um futuro muito próximo.

Se vencer o russo Karen Khachanov (número 25 do ranking), poderá enfrentar nas quartas de final o também espanhol Bernabé Zapata (número 131 do ranking) ou o alemão Alexander Zverev (número 2), com a perspectiva de um eventual duelo nas semifinais com Djokovic ou Nadal.

Chave feminina aberta

Se na chave masculina não houve surpresas entre os Top 10, os resultados no torneio feminino deixaram algumas partidas das oitavas de final, pelo menos do domingo, muito abertas.

Pelo ranking, a partida mais atrativa será a que abre a jornada na quadra central a partir das 07h00 (horário de Brasília), entre a canadense Leyla Fernandez, décima oitava no ranking e finalista do último US Open, e a americana Amanda Anisimova, semifinalista em Paris em 2019.

Principais partidas programadas para domingo em Roland Garros:

Quadra Philippe Chatrier

(A partir das 7h00, horário de Brasilia)

Leylah Fernandez (CAN/17) - Amanda Anisimova (USA/27)

Elise Mertens (BEL/31) - Coco Gauff (USA/18)

Felix Auger-Aliassime (CAN/9) - Rafael Nadal (ESP/5)

(No antes de las 18h45 GMT)

Karen Khachanov (RUS/21) - Carlos Alcaraz (ESP/6)

Quadra Suzanne-Lenglen

(A partir das 06h00 horário de Brasília)

Martina Trevisan (ITA) - Aliaksandra Sasnovich (BLR)

Novak Djokovic (SRB/1) - Diego Schwartzman (ARG/15)

Alexander Zverev (GER/3) - Bernabé Zapata (ESP)

Jil Teichmann (SUI/23) - Sloane Stephens (USA)

Estadão
Publicidade
Publicidade