1 evento ao vivo

Djokovic arrasa e pegará Del Potro; Kyrgios é punido por seu 'momento de fúria'

Sérvio vence em dois sets com direito a pneu; australiano cometeu ato de indisciplina contra Casper Ruud

16 mai 2019
18h40
  • separator
  • comentários

Horas depois de ter vencido com facilidade o canadense Denis Shapovalov por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3, em sua estreia, Novak Djokovic também não teve nenhuma dificuldade para confirmar o seu favoritismo contra o alemão Philipp Kohlschreiber, arrasado por 6/3 e 6/0, para avançar às quartas de final do Masters 1000 de Roma nesta quinta-feira.

Atual líder do ranking mundial, o tenista sérvio precisou encarar uma rodada dupla de confrontos nesta quinta por causa da chuva constante que provocou o cancelamento de toda a programação de quarta-feira da importante competição realizada em quadras de saibro na capital italiana.

Com os dois triunfos em sequência, Djokovic se credenciou para encarar nesta sexta-feira o argentino Juan Martín del Potro, que se garantiu nas quartas de final ao também superar uma jornada dupla de duelos nesta quinta. O atual nono colocado da ATP abriu o dia eliminando o belga David Goffin com parciais de 6/4 e 6/2, também em sua estreia pela segunda rodada, e horas depois superou o norueguês Casper Ruud por duplo 6/4.

Ruud, por sua vez, acabou dando adeus em Roma após ter avançado às oitavas de final depois de o seu rival em duelo válido pela segunda rodada, o australiano Nick Kyrgios, ter sido desclassificado da partida por um ato de indisciplina muito incomum na elite do circuito profissional.

O atual 36º colocado do ranking mundial protagonizou um momento de fúria depois de ter o seu saque quebrado no segundo game do terceiro set. Após ser derrotado na primeira parcial por 6/3 e vencido a segunda por 7/6 (7/5), ele estava de cabeça quente também pelo fato de que já havia sido advertido pela arbitragem por abusar do direito de jogar a raquete em quadra. E perdeu de vez a linha no terceiro set.

O tenista de 24 anos primeiro saiu esbravejando e, por causa do palavrão que soltou após ser superado com o serviço na mão, foi punido com a perda de um game da partida pelo juiz de cadeira e ficou em desvantagem de 2/1. A decisão deixou o australiano transtornado. Ele atirou a sua raquete no chão, chutou uma garrafa de água e depois ainda arremessou uma cadeira no meio da quadra.

Por causa da conduta antidesportiva, Kyrgios foi desclassificado da partida e depois acabou recebendo punições da ATP. A entidade informou que o tenista vai perder os 33.635 euros (cerca de R$ 149 mil) em premiação que havia acumulado no Masters de Roma e também os 45 pontos que somaria após ter estreado na competição com uma vitória sobre o russo Daniil Medvedev.

Para completar, ele está sujeito a uma nova sanção após investigação do seu caso e foi multado em 20 mil euros (aproximadamente R$ 89 mil) pela sua conduta dentro de quadra, sendo que ainda precisará bancar os custos de sua hospedagem em Roma durante a sua participação no torneio, que estavam sendo pagos pela ATP.

Pouco depois do jogo, com a cabeça mais fria, o australiano se manifestou em suas redes sociais para lamentar o ocorrido e para se desculpar. "Dia muito agitado para dizer o mínimo", disse o jogador, que depois ressaltou que "a atmosfera estava louca" na quadra e que ele ficou "super infeliz" por ter sido desqualificado do jogo. "Me desculpe, Roma, vejo vocês de novo, talvez", escreveu em sua página no Instagram.

Esse foi apenas mais um episódio polêmico de Kyrgios, que já foi suspenso por duas vezes pela ATP. Na primeira delas, em Montreal, foi multado e afastado do circuito por 28 dias por ter feitas ofensas ao tenista suíço Stan Wawrinka durante a edição de 2015 do torneio canadense. Depois, em 2017, ele foi suspenso por oito semanas por ter feito corpo mole durante uma partida diante de Mischa Zverev em Xangai, na China. Para completar, o australiano ainda recebeu duas multas no torneio chinês. Uma por sua postura contra o rival alemão e outra por discutir de forma ríspida com um torcedor.

FEMININO

Em jogo válido pela programação noturna em Roma, a checa Karolina Pliskova se garantiu nas quartas de final da chave feminina de simples ao passar pela norte-americana Sofia Kenin por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/3.

Quarta cabeça de chave e atual sétima tenista do ranking mundial, Pliskova avançou para encarar na próxima fase a bielo-russa Victoria Azarenka, que em outro duelo do dia contou com a desistência da espanhola Garbiñe Muguruza quando vencia o segundo set por 3 a 1. Antes disso, ela havia liquidado a primeira parcial em 6/4.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade