1 evento ao vivo

Del Potro e Verdasco vencem duelos e avançam no Masters de Paris

2 nov 2017
12h21
atualizado às 17h09
  • separator
  • comentários

Dando sequência ao Masters 1000 de Paris, o argentino Juan Martín Del Potro abriu a quadra central nesta quinta-feira e venceu o holandês Robin Haase por 2 sets a 0, se qualificando como o primeiro classificado às quartas de final do torneio. Logo em seguida, o cabeça de chave número cinco, Dominic Thiem, sofreu muito com os serviços de Fernando Verdasco e acabou derrotado pelo espanhol também por 2 a 0, em partida com 1h30 de duração.

Com o triunfo, o argentino está virtualmente a uma vitória do retorno ao top 10 e da vaga no ATP Finals de Londres. Delpo provisoriamente alcança o número 10 do ranking e rebaixa o contundido sérvio Novak Djokovic, que deixa o top 10 pela primeira vez em 10 anos e meio. No entanto, a Torre de Tandil ainda pode ser superado caso Lucas Pouille seja finalista ou Roberto Bautista-Agut, John Isner ou Jack Sock cheguem ao título em Paris.

O primeiro set foi muito disputado e Del Potro venceu a parcial por 7 a 5. O grande diferencial acabou mesmo sendo os breaks, que o argentino converteu todos que teve à disposição, abrindo vantagem. O segundo também não foi vendido barato pelo tenista holandês, mas o número 17 do ranking mundial venceu em seis games, fechando em 6 a 4.

O tenista argentino teve mais uma atuação muito característica. O aproveitamento nos serviços acabou não sendo excepcional e teve pela frente um adversário com o braço calibrado, que lhe trouxe muitas dificuldades. O grande diferencial acabou sendo nos saques. Del Potro não cedeu nenhum ponto nesse quesito ao adversário e mostrou estar bem fisicamente para superar Haase em uma hora e trinta e quatro minutos de partida.

O encontro entre esses dois tenistas foi o terceiro e Del Potro venceu todos. O último triunfo sobre o holandês foi ainda neste anos, pelo Masters 1000 de Miami. Agora, o tenista argentino enfrenta John Isner na próxima rodada.

Verdasco desbanca Thiem

No segundo confronto do dia, Fernando Verdasco bateu Dominic Thiem por um duplo 6 a 4. Com atuações muito ruins desde o US Open, o tenista austríaco teve muitas dificuldades e sucumbiu a pressão exercida pelo adversário espanhol. Um número bem enfático acabou sendo o número de faltas. Disputando seu 26° torneio na temporada, Thiem cometeu 32 faltas, que culminaram no revés.

A força no braço, característica do austríaco, não foi vista nesta terça-feira e todas as ações foram amplamente controladas por Verdasco, que teve um tênis muito sólido para vencer. Agora, o espanhol espera o vencedor do confronto entre Lucas Puille e Jack Sock.

Krajinovic vence sem dificuldades

Depois dos jogos da manhã, Filip Krajinovic entrou em quadra e não teve vida fácil para vencer o francês Nicolas Mahut, que joga em casa, por 2 sets a 1. Na primeira parcial, o tenista sérvio teve bons serviços e uma consistência grande para fechar em 6 a 2. No segundo set, os papéis se inverteram e Mahut voltou bem melhor para confirmar o set em 6 a 3.

No momento decisivo, o tenista de 35 anos, jogando em casa, foi completamente dominado e perdeu por 6 a 1. O último game foi o mais disputado, com duas igualdades, mas Krajinovic confirmou o serviço e fechou a partida.

Isner sofre, mas supera Dimitrov; Goffin perde para Benneteau, porém vai ao Finals

Quem também entrou em quadra nesta quinta-feira foi o norte americano John Isner. O atual número 14 do mundo teve dificuldades, mas bateu o búlgaro Grigor Dimitrov por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (12-10), 5/7 e 7/6 (7-3), em 2 horas e 48 minutos de jogo.

Com o triunfo, Isner avança às quartas de final e vai encarar o argentino Juan Martin Del Potro.

O francês Julien Benneteau venceu o belga David Goffin em sets diretos, com duplo 6/3, em 1 hora e oito minutos. Assim, ele avança para a próxima fase e espera o vencedor do duelo entre Marin Cilic e Roberto Bautista-Agut. Apesar da derrota, o belga garantiu vaga no ATP Finals em Londres e se torna o primeiro atleta de seu país a participar da competição. Com isso, ele assegura a sétima vaga para o torneio, deixando apenas uma em aberto.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade