0

Após vitórias de Brasil e Bélgica, outros 6 se garantem na elite da Davis

16 set 2012
14h31
atualizado às 15h40

Suíça, Alemanha, Itália, Canadá, Israel e Cazaquistão fecharam com vitória neste domingo seus confrontos válidos pela repescagem e se juntaram a Brasil e Bélgica, que já haviam batido seus adversários no sábado, como equipes classificadas para o Grupo Mundial da Copa Davis de tênis em 2013.

» Veja fotos e vote na mais bela tenista do US Open
» Veja as 50 melhores fotos do US Open
» Confira o visual das tenistas do US Open

As oito seleções se juntam a Áustria, Argentina, Croácia, Espanha, Estados Unidos, França, República Tcheca e Sérvia, que se classificaram para as quartas de final da "primeira divisão" em 2012 e por isso têm vaga assegurada na elite.

Derrotado nas duplas ao lado de Stanislas Wawrinka no sábado, o suíço Roger Federer se recuperou e somou o terceiro ponto de seu país diante da Holanda ao vencer Robin Haase por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/4 e 6/4, em Amsterdã.

Na sequência, de nada adiantou Thiemo de Bakker derrotar Marco Chiundelli por 2 sets a 0, e a Suíça fechou o duelo em 3 a 2. Na Davis, os jogos normalmente são disputados em melhor de cinco sets, mas se o país vencedor já estiver definido, como era o caso do confronto na capital holandesa, as partidas passam a ter um máximo de três parciais.

Em Hamburgo, a Alemanha conquistou uma bela vitória de virada sobre a Austrália, que terminou o sábado na frente após levar a melhor nas duplas. Foram necessários então dois triunfos em simples neste domingo, que vieram com Florian Mayer e Cedrik-Marcel Stebe, ambos por 3 sets a 0. O primeiro bateu Bernard Tomic, e o segundo superou Lleyton Hewitt.

O Chile até tentou surpreender a Itália em Nápoles e venceu a partida de duplas, mas neste domingo os donos da casa obtiveram mais dois pontos. Andreas Seppi derrotou Paul Capdeville por 3 a 0, e Simone Bolelli encerrou o duelo em 4 a 1 passando por Christian Garin.

Milos Raonic marcou o ponto decisivo do Canadá, que fez 3 a 1 sobre a África do Sul. O 14º colocado do ranking mundial bateu Izak van der Merwe por 3 sets a 0.

Israel, por sua vez, conseguiu a vaga no Grupo Mundial do ano que vem de forma surpreendente em Tóquio. A equipe visitante até estava na frente no duelo, vencendo por 2 a 1, mas não era favorita para nenhum dos jogos de simples.

Número 98 do mundo, Dudi Sela perdeu para Kei Nishikori (24º do ranking) apenas no quinto set, mas Amir Weintraub (188) deu um lugar na elite aos israelenses ao derrotar Go Soeda (49) por 3 a 1.

De virada, o Cazaquistão superou o Uzbequistão com o placar de 3 a 1. Em Astana, os cazaques perderam o primeiro jogo de simples na sexta-feira, mas conquistou os três pontos disputados na sequência. Neste domingo, Mikhail Kukushkin venceu Denis Istomin por 3 sets a 1.

Roger Federer venceu Robin Haase por 3 sets a 0 e garantiu vaga à Suíça
Roger Federer venceu Robin Haase por 3 sets a 0 e garantiu vaga à Suíça
Foto: Reuters
EFE   
publicidade