0

Confira os principais confrontos da primeira rodada do Aberto da Austrália

13 jan 2018
09h14
atualizado às 12h21
  • separator
  • comentários

O Aberto da Austrália deverá ter grandes nomes do tênis mundial se enfrentando nas fases finais da competição, porém o fã do esporte da bolinha amarela já pode observar confrontos bastante equilibrados logo na  primeira rodada do torneio de Melbourne. Confira abaixo alguns dos jogos de destaque dos primeiros dias do primeiro Grand Slam da temporada:

Ferrer x Rublev

Provavelmente o principal jogo da primeira rodada, Ferrer e Rublev farão uma partida em que experiência e juventude estarão frente a frente para mostrar quem leva a melhor. Enquanto o tenista espanhol tem uma alta rodagem no circuito, com dezenas de títulos e com um vice-campeonato de Roland Garros, o russo foi uma das sensações da última temporada e já tem um troféu conquistado mesmo com apenas 20 anos.

Dutra Silva x Kyrgios

Único brasileiro no torneio, Rogerinho não terá vida fácil na primeira rodada. Seu adversário será Nick Kyrgios, um dos jovens tenistas com grande destaque no tênis mundial. O "garoto problema" já derrotou nomes importantes do circuito e foi finalista do Master 1000 de Cincinnati. Além disso, o atual número 17 do ranking é a principal esperança dos donos da casa de ter novamente um representante na grande final.

Tsitsipas x Shapovalov

Esse pode ser considerado o duelo das novas gerações. Tsitsipas era um nome praticamente inexistente no circuito há alguns meses, mas em poucas apresentações já demonstrou um elevado nível de tênis e já derrotou tenistas experientes como Goffin e Gasquet.

Já Shapovalov é ainda mais novo (18 contra 19 do grego), e já pode ser considerado uma realidade do tênis mundial. Convidado a participar do Master 1000 do Canadá em 2017, o garoto derrotou nada mais nada menos que Juan Martin Del Potro e Rafael Nadal e desde então vem evoluindo cada vez mais. Atualmente é o número 50 do mundo e busca um resultado expressivo em Grand Slam.

Kevin Anderson x Kyle Edmund

Um dos duelos mais interessantes da primeira rodada, muito pelo o que os dois tenistas fizeram no fim da temporada passada. O sul-africano teve o seu melhor resultado na carreira há poucos meses, quando chegou até a final do Aberto do Estados Unidos. Apesar de sair derrotado do confronto diante de Nadal, o gigante de 2,03m quer mais um resultado expressivo em Grand Slam. Já Kyle Edmund melhorou radicalmente seu nível de tênis nos últimos meses e tem tudo para conquistar seu primeiro troféu nesta temporada.

Thiem x Guido Pella

Atual campeão do Rio Open, Dominic Thiem tem a chance de mostrar porque chegou ao top 5 do ranking mundial mesmo sem um título expressivo na carreira. Dominante no saibro, o piso duro de Melbourne poderá ser sua chance de apresentar um bom resultando em um Grand Slam, já que o torneio é disputado a nível do mar, favorecendo as condições de jogo para o austríaco. Seu melhor resultado na carreira foi o vice-campeonato do Master 1000 de Madri.

Já Guido Pella chegou até a final do torneio disputado no Rio de Janeiro em 2016 e é um dos tenistas argentinos com capacidade de ir longe no Aberto da Austrália

Bautista-agut x Fernando Verdasco

O duelo entre os experientes tenistas espanhóis deverá ser um dos mais disputados dessa primeira rodada. Os dois vivem bom momento e já tiveram resultados expressivos na carreira. Roberto Bautista-agut foi finalista do Master 1000 de Paris em 2016 ao derrotar Novak Djokovic, enquanto que Verdasco já foi semi-finalista do próprio Aberto da Austrália, quando em 2009 fez uma das partidas mais memoráveis do tênis contra o compatriota Rafael Nadal.

Mischa Zverev x Chung

Apesar de ser o irmão mais velho do tenista sensação, Mischa Zverev tem um bom motivo para ir longe neste torneio. O ótimo sacador surpreendeu a todos quando eliminou Andy Murray nas oitavas de final do Aberto da Austrália de 2017 e por isso precisa de um bom resultado para não despencar no ranking mundial. Quanto a Chung, o sul-coreano é um dos jovens da nova geração e conquistou o NextGen ano passado, torneio que reuniu os oito melhores tenistas da temporada com menos de 21 anos.

Kokkinakis x Medvedev

Outro confronto de jovens talentos, Kokkinakis é mais um tenista australiano que carregará as esperanças do torcedor local de ver um tenista do país na segunda semana do primeiro Grand Slam do ano. Há poucos dias, o garoto derrotou Alexander Zverev e mostrou que está em boa fase para ir longe na competição. Quem quer estragar a expectativa da Austrália é Medvedev, que já foi top 50 mesmo com apenas 21 anos de idade e acabou de conquistar o título do ATP 250 de Sydney.

Berdych x De Minaur

A "incógnita" Thomas Berdych continua na temporada 2018. Um dos tenistas mais habilidosos e agressivos do circuito, o tcheco sempre é considerado um dos favoritos a chegar as fases finais, mas nunca conquistou um troféu expressivo na experiente carreira. Com 32 anos, o finalista de Wimbledon em 2010 poderá ter dificuldades contra De Minaur, garoto de apenas 18 anos que já alcançou duas semifinais em 2018.

Tiafoe x Del Potro

Um dos favoritos ao título, Juan Martin del Potro surpreende cada vez mais com o alto nível que vem jogando desde que anunciou seu retorno ao tênis, em 2016. O argentino tem provavelmente o melhor forehand do circuito e melhorou seu slice durante a temporada passada. No entanto, enfrentará o jovem Frances Tiafoe, uma das promessas do tênis americano para os próximos anos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade