2 eventos ao vivo

Com início um dia após US Open, Masters 1000 de Madri terá participação de Nadal

Espanhol tem a participação confirmada no torneio dentro de casa; disputa terá início em 14 de setembro

7 jul 2020
11h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mesmo sem ter definido qual será o seu calendário para a retomada do circuito profissional, o tenista espanhol Rafael Nadal confirmou nesta terça-feira a sua participação no Masters 1000 de Madri, que começará em 14 de setembro, dia seguinte ao da final do US Open, Grand Slam realizado em Nova York, nos Estados Unidos. A informação foi dada em um post nas redes sociais do compatriota e amigo Feliciano López, ainda em atividade no tênis, mas diretor do torneio em quadras de saibro na capital da Espanha.

"Conversei com meu amigo Rafael Nadal e ele me confirmou sua participação em Madri no próximo mês de setembro. Te esperamos como sempre, com os braços abertos na Caixa Mágica", escreveu López em sua conta no Twitter. Como resposta a esse post, o atual número 2 do ranking da ATP disse, lembrando da pandemia do novo coronavírus: "Assim é, Feli (apelido de Feliciano López). Nos vemos em setembro em Madri. Desde que tudo vá bem".

Além da preferência por quadras de saibro e por já ter cinco títulos em Madri na carreira, a escolha de Nadal pelo Masters 1000 espanhol pode estar ligada à mudança no cálculo do ranking para o restante da temporada divulgada pela ATP nesta segunda-feira. Com esse novo sistema, ele só adicionará pontos se fizer campanhas melhores do que em 2019. Caso contrário, manterá os pontos ganhos nos eventos do ano anterior.

De acordo com a entidade, serão considerados os 18 melhores resultados de cada jogador em 22 meses, no período entre março de 2019 e dezembro de 2020. Anteriormente, eram considerados os 18 melhores resultados em 12 meses (ou 52 semanas). Para fins estatísticos, o próximo ranking será divulgado em 24 de agosto.

Além disso, o jogador não pode contabilizar duas vezes o mesmo evento entre seus 18 melhores resultados. Por exemplo, se ele tiver dois ótimos resultados no Masters 1000 de Madri (como um título e um vice) nesse período, apenas a melhor campanha é contabilizada.

Também foi definido quando os pontos obtidos na temporada de 2020 serão retirados. Segundo a ATP, esses resultados permanecem por 52 semanas ou até o mesmo evento ser disputado novamente, o que vier primeiro. Vale lembrar que a temporada de saibro de 2020 acontece em setembro, enquanto que a de 2021 deve voltar para os meses de abril e maio.

No ano passado, Nadal ganhou o US Open, Roland Garros e o Masters 1000 de Roma, na Itália, que será disputado na semana seguinte ao de Madri e logo antes do início do Grand Slam francês. Assim, pelo novo sistema da ATP, o espanhol só poderá somar pontos precisamente na capital espanhola.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade