0

Com 23 anos, Kyrgios afirma que se aposentará caso ganhe o Australian Open

29 dez 2018
20h24
  • separator
  • 0
  • comentários

Já não é novidade quando Nick Kyrgios polemiza e se torna manchete nos principais jornais do mundo, seja por razões positivas ou negativas.No entanto, nesta semana, o jovem tenista de 23 anos deu uma notícia bastante impactante, já que o atual número 35 do mundo afirmou que encerrará sua carreira no tênis caso conquiste o Aberto da Austrália, primeiro torneio Grand Slam da temporada.

"Estou cansado de viajar pelo mundo, essa é a verdade. Passo muito tempo longe de casa e não gosto disso, não me faz bem. Se eu conquistar o Australian Open eu me aposento do circuito e não jogo mais profissionalmente", afirmou Kyrgios, que já disse em algumas oportunidades anteriores que prefere jogar basquete do que tênis.

Em sua carreira, Kyrgios já "colecionou" momentos bastante polêmicos, com inúmeras brigas com os juízes principais, momentos de bastante desinteresse dentro de quadra e uso contante de palavrões em momentos de frustrações que, muitas vezes, são direcionados para o próprio adversário.

Entre os episódios mais marcantes estão a sua eliminação no Masters 1000 de Xangai, em 2016, quando desistiu de diversos pontos durante o jogo contra o alemão Mischa Zverev, e um desentendimento com Stan Wawrinka no Master 1000 de Montreal, no Canadá, quando disse para o oponente que seu amigo (o também tenista, Thanasi Kokkinakis) teria tido relações sexuais com a namorada do atleta suíço.

Curiosamente, o tenista australiano já venceu Novak Djokovic, Roger Federer e Rafael Nadal, no primeiro confronto entre eles, algo extremamente raro no circuito. Além disso, Kyrgios já foi bastante elogiado pelo talento que tem e pelo estilo único de jogar tênis, algo que poderia inspirar jovem garotos que sonham em ser profissionais um dia.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade