PUBLICIDADE

COI diz que se reunirá com tenista chinesa Shuai Peng durante os Jogos de Inverno de Pequim

Um porta-voz da entidade afirmou que várias conversas com ela foram feitas desde novembro do ano passado

27 jan 2022 13h54
ver comentários
Publicidade

O Comitê Olímpico Internacional (COI), através do seu presidente, o alemão Thomas Bach, disse nesta quinta-feira que conversou com a tenista chinesa Shuai Peng novamente e planeja encontrá-la em Pequim durante os Jogos de Inverno que serão realizados no próximo mês. Um porta-voz da entidade afirmou que várias conversas com ela foram feitas desde novembro do ano passado.

Segundo o comunicado oficial, Peng disse ao COI que estava "ansiosa pelos próximos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022 e pretende acompanhar de perto as competições e seus companheiros olímpicos chineses". Ela reiterou que estava "ansiosa" para conhecer o presidente Thomas Bach e a presidente da comissão de atletas, a finlandesa, Emma Terho, durante a Olimpíada.

Bach conversou com Peng por vídeochamada em novembro passado, com o COI divulgando um comunicado dizendo que ela estava bem e segura. Isso levou a acusações de que o presidente da entidade estava agindo para proteger os anfitriões olímpicos.

Os temores internacionais são de que Peng possa não estar totalmente livre, que persistiram apesar de seus reaparecimentos públicos. Alguns fãs foram ao Aberto da Austrália, em Melbourne, vestindo camisetas com o slogan "Onde está Shuai Peng?". Em um primeiro momento as camisetas foram barradas, mas depois a organização do torneio voltou atrás e as liberou.

A ex-campeã de duplas em Roland Garros acusou no início de novembro um antigo dirigente chinês de a ter forçado a ter relações sexuais, durante um relacionamento que durou vários anos. Depois destas acusações, a tenista esteve desaparecida, o que motivou grande preocupação a nível internacional, até que o presidente do COI conseguiu falar com Peng.

Estadão
Publicidade
Publicidade