2 eventos ao vivo

Brasil leva virada incrível e adia sonho por grupo mundial

8 abr 2018
01h42
atualizado às 15h26
  • separator
  • comentários

O Brasil perdeu mais uma chance de voltar ao grupo mundial da Copa Davis. Depois de abrir duas vitórias no confronto com a Colômbia e ficar a um ponto da vaga, a equipe brasileira acabou sofrendo uma virada improvável nesse sábado e terminou derrotada por 3 pontos a 2. Dessa forma, o time do Brasil voltará ao Zonal Americano, quando de novo tentará uma vaga na repescagem da elite do torneio, para só em 2020, se tudo der certo, retomar à disputa do grupo Mundial da Copa Davis.

Foto: Matheus Joffre

O jogo que definiu o triunfo dos colombianos foi disputado entre João Pedro Sorgi e Alejandro Gonzalez. Aliás, os capitães das duas equipes tentaram surpreender, já que o quinto duelo, se necessário, tinha previsão de que acontecesse entre Guilherme Clezar e Santiago Giraldo. A mudança, mesmo em ciam da hora, é permitida pelo regulamento.

No Parque Central das Raquetes, em Barranquilla, o tenista brasileiro não soube aproveitar seu bom começo fora de casa. Sorgi teve chance em dois pontos seguidos de quebrar o serviço de Gonzalez, mas desperdiçou ambas as oportunidades.

O castigo não demorou a chegar. Logo no primeiro break-point a seu favor, o tenista colombiano não vacilou e abriu 4 a 2. Daí para frente jogo desenrolou melhor para o jogador da casa, que precisou de 46 minutos para fechar em 6 a 3.

O segundo set foi mais emocionante. Sorgi sofreu uma quebra em seu primeiro serviço. Na sequência, se recuperou quebrando Gonzalez. A partida ficou imprevisível, com os dois tenistas alternando bons e maus momentos. Assim, Sorgi conseguiu se segurar e levou a definição ao tie-break depois de um empate em 6 a 6.

O problema é que Alejandro Gonzalez chegou mais inteiro fisicamente e ainda contava com a torcida a seu favor. João Pedro Sorgi lutou até o fim, se mostrou guerreiro, mas sucumbiu ao cansaço e ao abalo psicológico pelas coisas que não vinham acontecendo como ele esperava. Dessa forma, a Colômbia pôde fazer a festa diante de uma vitória por 7 a 0 no tie-break.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade