PUBLICIDADE

Bia Haddad perde e vê sonho de 1° título de Grand Slam acabar na estreia em Wimbledon

Número 1 do Brasil é derrotada pela eslovena Kaja Juvan por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/2.

27 jun 2022 - 15h36
(atualizado às 19h32)
Ver comentários
Publicidade

Durou apenas um jogo o sonho de Bia Haddad conquistar seu primeiro Grand Slam na carreira. Depois de ótimo desempenho na abertura da temporada de grama, com dois títulos e uma semifinal, a brasileira chegou entre as favoritas em Wimbledon, mas caiu logo no primeiro jogo, diante da eslovena Kaja Juvan, por 2 a 1, parciais de 6/4, 4/6 e 6/2.

A tradicional chuva que sempre se faz presente no Grand Slam inglês começou logo cedo, ainda na abertura da rodada, atrasando toda a jornada nas quadras descobertas do complexo de Wimbledon. A brasileira esperou mais de três horas para iniciar sua partida.

Entre as principais favoritas em Wimbledon, Bia Haddad teve pela frente uma dura rival. A eslovena Kaja Juvan forçou o jogo nos serviços da brasileira e quebrou para fechar em 6/4 no segundo set point, após 45 minutos.

Juvan estava bastante concentrada na partida e não dava chances para a brasileira sequer ameaçar seu serviço. Bia Haddad precisava de muita superação se quisesse mudar a história da estreia.

Depois de ver a eslovena confirmar o serviço cinco vezes diretas sem conseguir um breakpoint, a brasileira, enfim, conseguiu uma quebra, para virar para 2 a 1 no começo do segundo set. Em vantagem, a brasileira não desperdiçou mais os serviços. E sacou bem para empatar o jogo em 6/4. Fechou após salvar um breakpoint e aproveitando o terceiro set point.

A decisão foi para o terceiro set e começou com Juvan abrindo logo 3 a 0, com uma quebra. A brasileira, mais uma vez, necessitava de grande reação contra uma rival que não dava chances no serviço. Não conseguiu quebrar e acabou derrotada perdendo o serviço e o jogo no segundo match point.

"A minha adversária foi muito mais competente. Ela foi mais corajosa e agressiva durante o jogo e também competiu muito melhor. Eu saquei abaixo, devolvi abaixo, fui conservadora desde o começo e isso não condiz com os meus objetivos. Estou insatisfeita com o meu trabalho hoje. De qualquer forma, sigo firme e motivada para melhorar não só o meu tênis como também a minha atitude para as duplas", afirmou Bia.

Favoritas confirmam força

Nada de zebras nos primeiros jogos da chave feminina em Londres. Cabeça número 3, a tunisiana Ons Jabeur foi uma das primeiras tenistas e entram em quadra e mostrou força ao bater a sueca Mirjam Bjorklund por 6/1 e 6/3.

Dois do mundo, Anett Kontaveit teve pela frente a americana Bernarda Pera e sofreu em um primeiro set com cinco quebras (3 a 2) e parcial de 7/5. Depois do aperto, deslanchou e garantiu a vitória com 6/1.

A britânica Emma Raducanu (10) superou a belga Alison Van Uytvanck por duplo 6/4. A americana Alison Riske (28) fez 6/2 e 6/4 na suíça Ylena In-Albon, enquanto a ucraniana Anhelina Kalinina (29) buscou a virada sobre Anna Bondár, da Hungria, com 4/6, 6/2 e 6/4.

Estadão
Publicidade
Publicidade