0

Bia Haddad e Monteiro estreiam com vitória no quali do Aberto da Austrália

Outro brasileiro a entrar em quadra, Guilherme Clezar foi eliminado na primeira rodada

8 jan 2019
10h56
  • separator
  • comentários

Os tenistas brasileiros Beatriz Haddad Maia e Thiago Monteiro estrearam com vitória no qualifying do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, entre a noite de segunda e a madrugada desta terça-feira, em Melbourne. Já Guilherme Clezar foi eliminado na primeira rodada.

Bia obteve a vitória mais expressiva. A número 1 do Brasil derrotou a norte-americana Lauren Davis, ex-número 26 do mundo e atual 157ª colocada, pelo placar de 2 sets a 0, com duplo 6/3, em 1h11min de partida.

Thiago Monteiro, tenista brasileiro
Thiago Monteiro, tenista brasileiro
Foto: CBT/Divulgação / Estadão

"Foi um jogo muito bom. Controlei bem as minhas emoções, saquei muito bem, o que me deu um ar durante o jogo. Agora, independente da adversária, é manter o meu jogo, que foi muito consistente hoje. Tenho que continuar nessa pegada", comentou a brasileira, atualmente na 176ª posição do ranking.

Na segunda rodada, Bia vai enfrentar a jovem eslovena Kaja Juvan, de apenas 18 anos e 180ª do ranking. Juven surpreendeu na primeira rodada ao despachar a experiente belga Yanina Wickmayer, cabeça de chave 17 do quali, por 2 a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 7/5.

Pela chave masculina do quali, Thiago Monteiro sofreu mais para vencer. O número 1 do País precisou buscar a virada para desbancar o anfitrião Aleksandar Vukic, de 22 anos e número atual 348 do mundo. Monteiro fechou o duelo com parciais de 3/6, 7/6 (7/5) e 6/3, em 1h55min. O próximo adversário de Monteiro será o francês Gregoire Barrere, 158º do ranking.

Já Guilherme Clezar se despediu de forma precoce de Melbourne. Ele foi derrotado pelo alemão Rudolf Molleker, de 18 anos, e atual 207 do mundo. O brasileiro, que é o 235º do ranking, foi batido em dois tie-breaks, com parciais de 7/6 (12/10) e 7/6 (8/6).

Entre a noite desta terça e a madrugada de quarta (horário de Brasília), os outros dois brasileiros no quali farão suas estreias. Thomaz Bellucci (226º) vai encarar o checo Lukas Rosol, 144º do ranking, e Rogério Dutra Silva (134º) terá pela frente o britânico Daniel Evans (190º).

Todos buscam vencer as três rodadas do qualifying para conseguir a vaga na chave principal. O Brasil não tem nenhum tenista garantido diretamente nas chaves principais de simples.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade