1 evento ao vivo

Bellucci perde 6 posições e cai para 39º no ranking da ATP

26 out 2015
09h59
atualizado às 10h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Eliminado na primeira rodada do ATP 500 de Viena pelo francês Gael Monfils, o brasileiro Thomaz Bellucci perdeu seis posições no ranking mundial divulgado nesta segunda-feira, que segue liderado pelo sérvio Novak Djokovic.

Apesar de estar fazendo uma das melhores temporadas de sua carreira, Bellucci acumulou a quarta derrota seguida com o tropeço para Monfils e agora ocupa a 39ª colocação da classificação da ATP. E se afastou ainda mais de conseguir o melhor posto de sua carreira, em 2010, quando chegou a ser o 21º do mundo.

Sem mudanças no 'top-10', o sérvio Novak Djokovic segue na liderança do ranking, seguido do britânico Andy Murray e do suíço Roger Federer. Quem aproveitou a semana, no entanto, foi o oitavo colocado, o espanhol David Ferrer, que venceu em Viena e ficou a apenas 205 pontos do sétimo, seu compatriota Rafael Nadal.

Bellucci perdeu quatro jogos seguidos e caiu seis posições em ranking
Bellucci perdeu quatro jogos seguidos e caiu seis posições em ranking
Foto: Lintao Zhang / Getty Images

O principal avanço da semana foi do americano Steve Johnson, que acabou derrotado na decisão de Viena por Ferrer, mas avançou 14 posições no ranking, inclusive ultrapassando Bellucci, para ocupar agora o 33º lugar.

Os 10 primeiros colocados do ranking da ATP e os melhores brasileiros são os seguintes:

1. Novak Djokovic (SER) 16.785 pontos

2. Andy Murray (GBR) 8.250

3. Roger Federer (SUI) 7.930

4. Stan Wawrinka (SUI) 6.630

5. Tomas Berdych (RTC) 5.000

6. Kei Nishikori (JAP) 4.705

7. Rafael Nadal (ESP) 4.330

8. David Ferrer (ESP) 4.125

9. Milos Raonic (CAN) 2.770

10. Jo-Wilfried Tsonga (FRA) 2.635

-----------------------------------------------

39. Thomaz Bellucci (BRA) 1.080

124. Rogério Dutra Silva (BRA) 456

144. João Souza (BRA) 405

149. Andre Ghem (BRA) 389

169. Guilherme Clezar (BRA) 308

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade