0

Bellucci começa semana com pior ranking na carreira desde 2007

16 abr 2018
11h02
atualizado às 12h05
  • separator
  • comentários

Nesta semana, Tomaz Bellucci apareceu no ranking da ATP na posição 224, a pior marca registrada pelo tenista desde 2007, quando ainda surgia no circuito e tinha menos de 20 anos. O brasileiro caiu impressionantes 80 posições já que perdeu na semana passada na primeira rodada do qualifying do ATP 250 de Houston e defendia 150 pontos pelo vice-campeonato do ano passado.

Para tentar melhorar um pouco sua situação no ranking, Bellucci jogará nesta semana o Challenger de Sarasota. Sexto cabeça-de-chave do torneio, o brasileiro pode retornar ao Top-200 caso consiga um bom resultado no torneio dos Estados Unidos, como o título ou até mesmo uma eventual final.

O melhor momento de Bellucci aconteceu em 2011, quando conseguiu seu melhor resultado na carreira. Jogando o Masters 1000 de Madri, o brasileiro venceu o britânico Andy Murray nas oitavas de final, o tcheco Thomaz Berdych nas quartas-de-final e ficou muito próximo de derrotar Novak Djokovic nas semifinais, já que ganhou o primeiro set diante do então número 2 do mundo.

O tênis brasileiro vive um de seus momentos mais críticos dos últimos tempos. Além da eliminação no Zonal da Copa Davis, algo que não acontecia há 14 anos, os principais tenistas brasileiros vivem situação delicada no circuito. Além da queda de Belucci, Rogério Dutra Silva e Thiago Monteiro também estão fora do Top-100 e dependem da desistência de outro tenistas para participar de algum torneio da ATP. Além deles, Guilherme Clezar é o atual número 241 e também não vive boa fase.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade