1 evento ao vivo

Barty e Osaka sofrem, mas abrem campanha no WTA Finals com vitória em Shenzhen

Número um e número três do planeta, respectivamente, medirão forças em confronto na próxima terça-feira

27 out 2019
17h35
  • separator
  • 0
  • comentários

A australiana Ashleigh Barty, líder do ranking mundial, e a japonesa Naomi Osaka, atual terceira tenista do planeta, sofreram para confirmar favoritismo neste domingo, mas abriram com vitórias as suas respectivas campanhas no WTA Finals, em Shenzhen, na China.

No último duelo do dia nas primeiras disputas de simples do torneio que reúne as oito melhores jogadoras da temporada, Barty tomou um susto e precisou buscar uma virada para superar a suíça Belinda Bencic, sétima colocada do ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/1 e 6/2. Poucas horas mais cedo, Osaka também teve dificuldade para derrotar a checa Petra Kvitova, a sexta da WTA, por 7/6 (7/1), 4/6 e 6/4, na abertura do Grupo Vermelho da competição.

Com esses resultados, Barty e Osaka medirão forças na próxima terça-feira em confronto que valerá a liderança da chave e também quando tentarão dar um importante passo por uma vaga na semifinal. No outro confronto do dia, Kvitova, a sexta colocada do ranking, e Bencic, a 7ª, travam duelo decisivo para as suas chances de classificação à próxima fase.

A vitória de Barty foi a 53ª nesta temporada, na qual ela só contabiliza menos triunfos do que a holandesa Kiki Bertens, que soma 54. Naomi, por sua vez, ampliou na China para 11 o número de partidas de invencibilidade, depois de ter conquistado os títulos dos dois últimos torneios que jogou, em Osaka, no Japão, e em Pequim, já em solo chinês.

Nesta segunda-feira ocorrerão os primeiros duelos do Grupo Roxo do WTA Finals. Abrindo o dia, em confronto marcado para começar às 6h30 (de Brasília), a ucraniana Elina Svitolina, atual campeã e oitava tenista do mundo, enfrentará a checa Karolina Pliskova, vice-líder do ranking mundial. Em seguida, às 9h, a canadense Bianca Andreescu, hoje a quarta tenista do planeta, terá pela frente a romena Simona Halep, a quinta colocada.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade