PUBLICIDADE

Federer domina Berdych, avança e pega Nishikori nas oitavas

20 jan 2017 10h20
| atualizado às 12h03
ver comentários
Publicidade

Se Roger Federer ainda não tinha se apresentado devidamente nas quadras do Aberto da Austrália, agora não restam dúvidas de sua recuperação. Jogando contra um top 10, o tcheco Tomas Berdych, o tenista da Basileia foi muito dominante e não deu chances, vencendo por 3 sets a 0, parciais de 6/2, 6/4 e 6/4.

Em sua primeira competição desde Wimbledon 2016, Federer eliminou Jurgen Melzer (300º) na primeira fase e Noah Rubin (200º) na segunda, tendo seu primeiro grande teste de ferro frente a Berdych.

E ele foi impecável. Sacando muito bem e subindo com maestria para a rede, Federer conseguiu quebrar os dois últimos serviços de Berdych no primeiro set e fechar a parcial em 6/2.

Já nos dois sets seguintes, Federer conquistou uma quebra logo no primeiro serviço do adversário e apenas administrou seus serviços para manter a vantagem. Na terceira parcial, após muitos erros, Berdych conseguiu confirmar seu quarto serviço e prolongar a partida.

Sacando, o suíço voltou a dar aula. No primeiro ponto, Berdych tentou subir à rede, mas tomou uma passada de backhand incrível de Roger. Na sequência, um winner seguro colocou 30/0 no placar e um ace deixou o Federer a apenas um ponto da próxima fase. Depois de mandar uma bola para fora, o suíço novamente sacou muito bem e, no retorno, matou a partida para chegar em sua 15ª oitavas de final do torneio de Melbourne.

O suíço agora enfrenta uma nova pedreira do top 10: o japonês Kei Nishikori (5º), que se garantiu na próxima fase após vencer o eslovaco Lukas Lacko por 3 sets a 0, triplo 6/4. Longe de seu auge, mas apresentando um tênis muito bom contra Berdych, Federer precisará ir além e eliminar um dos mais estáveis tenistas do circuito se quiser voltar ao protagonismo dos Grand Slams.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade