1 evento ao vivo

Del Potro cola no top-5 e brasileiros despencam no ranking

19 mar 2018
11h57
atualizado às 12h14
  • separator
  • comentários

Terminada a disputa de Indian Wells, a ATP anunciou nesta segunda-feira o seu ranking dos tenistas atualizado. Finalista do primeiro Master 1000 da temporada, Roger Federer segue na primeira colocação, seguido por Rafael Nadal, enquanto Marín Cilic, Grigor Dimitrov e Alexander Zverev completam o Top 5.

Tenista argentino Juan Martin Del Potro 03/11/2017   REUTERS/Charles Platiau
Tenista argentino Juan Martin Del Potro 03/11/2017 REUTERS/Charles Platiau
Foto: Reuters

Dentre as primeiras posições, a principal mudança veio com Juan Martín del Potro. O argentino, grande campeão do torneio norte-americano, subiu da oitava para a sexta colocação ultrapassando o austríaco Dominic Thiem e o belga David Goffin. Dessa forma, Delpo atinge a sua melhor posição no ranking desde fevereiro de 2014.

Para o Brasil, a atualização no ranking trouxe apenas resultados negativos. Os 12 melhores tenistas do país sofreram uma queda no seu posicionamento da lista, confirmando o péssimo momento do esporte no país. Melhor brasileiro, Rogério Dutra Silva caiu da 104ª posição para a 115ª. Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci caíram uma e duas posições respectivamente e agora ocupam a 125ª e a 135 colocação.

O brasileiro que mais perdeu colocações no ranking foi João Souza, o Feijão, que despencou 34 posições e aparece agora apenas na 291ª colocação. Outro tenista tupiniquim que perdeu muitas posições no ranking da ATP foi Guilherme Clezar, que caiu 20 posições e aparece apenas na 231ª colocação.

Outra surpresa no ranking acaba sendo o suíço Stan Wawrinka. Campeão de três Grands Slams, o tenista já não figura mais entre os 20 melhores tenistas do planeta pela primeira vez desde agosto de 2012. Atual 21º colocado, Wawrinka convive com problemas físicos desde o ano passado, obrigando-o a deixar a disputa de vários torneios importantes na temporada.

 

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade