0

Após mais de 4 meses, tênis volta sem cumprimentos ao final dos jogos em Palermo

Um número limitado de torcedores (300) foi permitido na quadra de 1.500 lugares e tiveram de seguir medidas de distanciamento social

3 ago 2020
20h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O circuito internacional de tênis foi retomado, nesta segunda-feira, com o torneio feminino de Palermo, na Itália, pouco mais de quatro meses depois de paralisado por causa da pandemia do coronavírus. Por causa das restrições, as jogadoras tiveram de levar suas próprias toalhas e não houve cumprimento ao final dos jogos.

As regras estritas por causa do coronavírus não incluíam chuveiros no local, enquanto autógrafos ou fotos com fãs foram proibidos. Jogadoras da chave principal de simples foram todas europeias de 15 países. Um número limitado de torcedores (300) foi permitido na quadra de 1.500 lugares e tiveram de seguir medidas de distanciamento social.

Croata Donna Vekic venceu a holandesa Arantxa Rus, por 2 sets a 0
Croata Donna Vekic venceu a holandesa Arantxa Rus, por 2 sets a 0
Foto: Divulgação/WTA / Estadão

O pequeno público assistiu a vitória da croata Donna Vekic sobre a holandesa Arantxa Rus, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2. "Estou definitivamente feliz por não ter esquecido como jogar tênis, como jogar jogos, como vencer", disse Vekic em uma videoconferência. "É um enorme alívio então estou muito feliz agora. Foi definitivamente um pouco estranho. Eu estava muito nervosa ontem (domingo), ainda mais hoje (segunda-feira), mas depois dos primeiros pontos eu meio que relaxei e fiquei focada."

Vekic selou um lugar na segunda rodada em seu segundo match point, quebrando pela sexta vez o saque da rival na partida. Vekic enfrentará a italiana Elisabetta Cocciaretto, que venceu a eslovena Polona Hercog por 7/6 (7/1) e 6/3.

Vekic espera competir no US Open (dia 31), torneio que alcançou as quartas de final do ano passado, Roland Garros (27 de setembro) e o torneio de Roma. "As coisas estão mudando a cada semana, então eu acho que só temos que tentar se adaptar o melhor que pudermos, e esperamos jogar o máximo que pudermos."

Outra que garantiu vaga na segunda rodada foi a alemã Laura Siegemund, ao marcar 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4 sobre a romena Irina-Camelia Begu. Siegemund vai enfrentar a vencedora entre Anett Kontaveit e Patricia Maria.

Já a italiana Sara Errani, única ex-campeã do torneio em atividade na competição deste ano, precisou de quase três horas para superar a romena Sorana Cirstea. A campeã de 2012 marcou 7/5, 1/6 e 6/4 e agora espera pela vencedora entre Kristyna Pliskova e Maria Sakkari.

Outros resultados: a eslovena Kaja Juvan bateu a italiana Martina Trevisan por 7/6 (10/8) e 6/1; a bielo-russa Aliaksandra Sasnovich eliminou a espanhola Lara Arruabarrena, por 7/5 e 7/6 (7/2) e a russa Liudmila Samsonova venceu a romeman Laura-Ioana Paar, por 6/2 e 7/6 (11/9).

Jogadoras e todas as pessoas que trabalharam no evento foram testadas para covid-19 antes do início dos jogos e serão submetidas a novos exames a cada quatro dias.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade