0

Após bater Federer, Djokovic destaca exigência mental da decisão

15 jul 2019
09h56
atualizado às 09h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Neste domingo, Novak Djokovic conquistou o seu quinto título de Wimbledon em uma partida épica diante de Roger Federer. Após quase cinco horas de jogo, o sérvio conquistou o triunfo no quinto set, e depois do duelo, citou as dificuldades enfrentadas em quadra.

Djoko citou a final do Australian Open de 2012, quando também bateu o suíço, para comparar o nível de exigência mental da final deste domingo.

"A final do Australian Open de 2012 foi provavelmente a mais exigente em nível físico, mas esta talvez seja a mais exigente que já tive em nível mental. Consegui manter a calma nos momentos mais importantes e nos três tieberaks joguei meu melhor", disse.

O número 1 do mundo citou também a calma que teve durante as quase cinco horas de jogo, e exaltou o êxito obtido diante de um rival tão complicado.

"É esse tipo de partida, contra seus maiores rivais, que dá sentido a cada minuto que você passa treinando e trabalhando. Prometi a mim mesmo que manteria a calma em quadra, pois sabia bem a atmosfera que encontraria. Saquei bem durante toda a partida, mas estava com dificuldade para ler o serviço dele", afirmou.

Por fim, Novak Djokovic exaltou o jogo de Federer sobretudo na grama, e explicou a estratégia que tentou aplicar durante o jogo.

"Enfrentar Federer é difícil em qualquer superfície, ainda mais sobre a grama. Seu saque é muito potente, ele é muito talentoso e tem um jogo perfeito para essa superfície. Por isso eu precisava ser firme e aproveitar todas as minhas oportunidades", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade