2 eventos ao vivo

Temendo punição pesada, Armstrong vende casa de US$ 10 mi no Texas

11 abr 2013
13h23

Sofrendo processos judiciais desde que admitiu o uso de doping durante a carreira, Lance Armstrong vive na iminência de perder a fortuna acumulada durante o período. Visando acumular dinheiro para pagar possíveis punições pesadas, o ex-ciclista fechou nesta semana a venda de sua casa em Austin, no Texas.

Avaliada em US$ 10 milhões (aproximadamente R$ 19,6 milhões), a casa acabou negociada por apenas um terço de seu total. Segundo o jornal texano Austin American-Statesman, a venda foi fechada em US$ 3,1 milhões (por volta de R$ 6 milhões) com um morador local dono de uma empresa que negocia royalties de petróleo, gás e minerais. Sem divulgar onde, o jornal garante que Lance seguirá morando na cidade.Os principais processos sobre Armstrong envolvem empresas que o patrocinaram no período em que conquistou seus títulos sob o efeito do doping. Na última semana, Lance participou de audiência em que a seguradora SCA Promotions cobra US$ 12 milhões (em torno de US$ 23,5 milhões) que cedeu como bônus por suas conquistas na Volta da França.

No entanto, a principal ameaça à sua fortuna, estimada em US$ 60 milhões (aproximadamente R$ 117,6 milhões) é o processo movido por seu antigo companheiro de equipe, Floyd Landis. Baseado em lei que permite qualquer cidadão norte-americano a processar alguém que considere ter lesado um órgão nacional, Landis acusou Armstrong de prejudicar o Serviço Postal Americano.

Patrocinador do ex-ciclista entre 1999 e 2004, a entidade repassou cerca de US$ 30 milhões (por volta de RS$ 58,8 milhões) a ele no período. Caso comprove que Armstrong enganou o órgão, a Justiça dos Estados Unidos pode cobrar valor até três vezes maior, o que devastaria a conta bancária do ex-atleta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade