PUBLICIDADE

Medina vai perder etapa do Mundial por não tomar vacina

Surfista poderia ter recebido o imunizante antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio

5 ago 2021 10h36
| atualizado às 10h38
ver comentários
Publicidade

Após ficar sem medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o principal objetivo de Gabriel Medina é o Campeonato Mundial. Porém, ele não poderá competir em Teahupoo, no Taiti, por não ter se vacinado contra a covid-19.

Gabriel Medina ganhou etapa e lidera o ranking
Gabriel Medina ganhou etapa e lidera o ranking
Foto: Loren Elliott / Reuters

"Eu não vou para Teahupoo porque não tomei a vacina, aí tem que fazer 10 dias de quarentena. Aí não dá tempo de ir do México para lá, porque é uma seguida da outra. Vou ser obrigado a não ir, sacanagem. Mas de boa. Eu posso descartar uma etapa, então está de boa", declarou em live.

Medina tem mais de 13 mil pontos de vantagem para Ítalo Ferreira, segundo colocado, na liderança do ranking. O brasileiro explicou que, como não tomou vacina, teria que fazer uma quarentena de 10 dias para competir na Polinésia Francesa, mas que não terá tempo porque as etapas são coladas.

A disputa no México acontece entre 10 e 19 de agosto, e a de Teahupoo, entre os dias 24 de agosto e 3 de setembro. 

Aos 27 anos, Medina ainda não se vacinou por uma decisão própria. O COB (Comitê Olímpico Brasileiro) ofereceu o imunizante contra o novo coronavírus a todos os atletas que representaram o Brasil em Tóquio.
 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade