PUBLICIDADE

Suíça que eliminou dupla do Brasil no vôlei recebe ataque

Joana Heidrich incomodou a dupla brasileira com gritos durante o jogo e viu seu Instagram ser invadido com mensagens para 'não gritar', além de palavrões em português

3 ago 2021 06h20
| atualizado às 07h36
ver comentários
Publicidade

Na noite desta segunda-feira, Ana Patrícia e Rebecca foram derrotadas pelas suíças Anouk Verge-Depre e Joana Heidrich por 2 sets a 1 - parciais de 21-19, 18-21, 15-12 - no Shiokaze Park, e deram adeus à competição nas oitavas de final, deixando o Brasil fora da disputa de medalha na modalidade.

Joana Heidrich irritou os torcedores brasileiros
Joana Heidrich irritou os torcedores brasileiros
Foto: John Sibley / Reuters

A suíça Joana Heidrich, que fez 25 pontos na partida, gritou para comemorar seus pontos praticamente durante todo o jogo. A atitude incomodou principalmente Ana Patrícia, que passou a gritar de volta em certo momento do jogo. Após a vitória, a suíça foi alvo de ataques nas redes de brasileiros que não gostaram da atitude da atleta.

Na última foto postada pela atleta, é possível ver muitos comentários em português dizendo: "Não grite", "Vai gritar com sua vó", "Você é muito chata", "Insuportável" e "Não grita com as meninas", além de palavrões.

O Brasil tem agora apenas uma dupla viva nos Jogos do Japão, Alison e Álvaro Filho, que enfrentam Plavins e Tocs, da Letônia, time que eliminou Bruno Schmidt e Evandro nas oitavas, nesta terça-feira, às 22h, por vaga nas semifinais do torneio.

Ágatha e Duda se despediram de Tóquio ontem, também nas oitavas de final, na derrota para as alemãs Laura Ludwig e Margareta Kozuch. Por vaga nas semifinais, Verge-Depre e Heidrich enfrentarão a dupla norte-americana April Ross e Alix Klineman, que eliminaram Ludwig/Kozuch por 2 a 0 (21-19, 21-19).

Lance!
Publicidade
Publicidade