PUBLICIDADE
Logo do

Sport

Meu time

No Sport, responsável por pedido de punição a conselheiro em ofensa a Gil do Vigor faz alerta

Romero Albuquerque entende que há um adiamento proposital para julgar o caso visando amenizar a pena de Flávio Koury

14 jun 2021 17h20
| atualizado às 17h35
ver comentários
Publicidade

Há exatamente um mês, os áudios do conselheiro do Sport, Flávio Koury, fazendo ofensas de tom homofóbico contra o participante do BBB e declarado torcedor do Leão da Ilha, Gil do Vigor, foram divulgados para causar um verdadeiro sentimento de revolta na web.

Reprodução/Twitter Sport/Anderson Stevens
Reprodução/Twitter Sport/Anderson Stevens
Foto: Lance!

Entretanto, apesar do fato ter gerado um posicionamento oficial do Sport no mesmo dia falando em ser um "clube plural" e afirmando que garantia a penalização "de todo e qualquer ato de preconceito", nenhuma medida prática por parte do clube foi tomada. Ficando, até então, somente o registro em vídeo de um pedido de desculpas feito por Flávio que também foi divulgado nas redes sociais.

Em palavras ditas para o blog do jornalista Jamildo Melo, o também conselheiro do clube e responsável por apresentar o pedido de expulsão de Koury do Conselho, Romero Albuquerque, acredita que existe um adiamento de decisão intencional para amenizar a possível pena aplicada no autor das ofensas homofóbicas:

- Se houvesse consenso da expulsão de Flávio, já teria informado o conselho de ética e convocado uma sessão extraordinária para o caso ser resolvido, mas acho que estão adiando para cair no esquecimento e Flávio Koury não ser tão punido. Querem fazer com que o caso fique mais frio para não dar muito Ibope.

Além da afirmação, o também deputado estadual filiado ao PP assegurou que fará um pedido formal junto ao conselho justamente para convocar a reunião de abertura do processo sobre o ato de Flávio Koury.

Lance!
Publicidade
Publicidade