0

Durval não renova com Sport e clube posta nota de agradecimento

31 jan 2019
11h27
atualizado às 11h27
  • separator
  • comentários

Um dos jogadores mais vitoriosos da história do Sport encerrou a sua segunda passagem pelo Leão da Ilha. Durval não chegou a um acordo com a diretoria e deixou o clube. Em seu site oficial, os pernambucanos postaram uma mensagem de agradecimento ao Xerife, nesta quinta-feira.

"Foi uma história linda. De títulos conquistados, de vitórias históricas de muito suor e lágrimas. Mas toda história tem seu fim", começa a postagem.

Aos 38 anos, Durval conquistou seis vezes o Campeonato Pernambucano, uma Copa do Nordeste, quatro Taças Ariano Suassuna e uma Copa do Brasil, um dos títulos mais simbólicos da história do clube. Além do Sport, o zagueiro teve uma passagem marcante pelo Santos, quando conquistou três Paulistas, uma Copa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e uma Libertadores, o título de maior expressão do Peixe no atual século.

O jogador ainda não decidiu o seu futuro, porém a aposentadoria é um destino provável. No final do ano passado, o defensor revelou que já estudava essa possibilidade.

Atualmente o Sport está na quarta colocação do Pernambucano, com 6 pontos. O próximo adversário do clube é o America-PE, neste domingo, dia 3, às 17h (de Brasília).

Confira a nota completa publicada pelo Sport:

"Foi uma história linda. De títulos conquistados, de vitórias históricas de muito suor e lágrimas. Mas toda história tem seu fim. Depois algumas conversas acordou-se que chegou a hora do Sport Club do Recife e Severino dos Ramos Durval da Silva seguirem seus caminhos. O Leão da Praça da Bandeira agradece os serviços prestados por este atleta que, vestindo o manto sagrado, honrou o Sport nas nove temporadas em que participou ativamente defendendo as cores do Maior do Nordeste.

Foram quatro títulos da Taça Ariano Suassuna (2015/16/17/18), seis títulos pernambucanos (2006/07/08/09/14 e 17), uma Copa do Nordeste (2014) e uma das mais importantes conquistas do Sport Club do Recife, que foi o título da Copa do Brasil de 2008, quando o mesmo era o capitão da equipe. Isso, claro, sem esquecer o histórico acesso à Série A de 2006."

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade