0

Após eliminação, Bivar descarta “corpo mole” e contratações no Sport

18 fev 2013
18h10
atualizado às 18h55
  • separator
  • comentários

A segunda-feira foi de entrevista coletiva do presidente do Sport, Luciano Bivar, na Ilha do Retiro. Dois dias depois de a equipe ser eliminada da Copa do Nordeste, o dirigente convocou a imprensa para dar a própria visão sobe a saída do torneio regional e as medidas que serão tomadas a partir de agora.

Logo de cara, Bivar fez questão de negar que a acomodação dos tenha causado a eliminação da competição. "Não acho que faltou raça ou empenho a eles. Há um consenso na diretoria de que não houve corpo mole. Precisamos rever algumas questões técnicas e algumas posições", explicou.

Desse processo de "revisão de questões técnicas", nem Vadão escapou. Usando o exemplo do atacante Felipe Azevedo, o dirigente voltou a afirmar que alterações precisam ser feitas para que a equipe possa render o seu máximo.

"Nós jogamos sem um centroavante e colocamos um segundo atacante de centroavante. Então acabamos perdendo o centroavante e o segundo atacante. O Vadão chegou faz pouco tempo. Tem jogadores que conhecemos há mais de dois anos, sobre os quais temos que passar algumas informações. A gente espera que, o mais cedo possível, ele identifique a aptidão desses atletas", disse.

Mas essa mudança na forma de jogar não inclui a contratação de novos jogadores. Segundo Bivar, o elenco como é agora tem qualidade técnica suficiente para os objetivos mais imediatos do Sport.

"Não adianta você lotar o grupo de jogadores. Temos atletas que ainda não jogaram e precisam jogar. Então, acredito que só depois disso nós devemos contratar", afirmou.

O Leão foi eliminado da Copa do Nordeste no último sábado, após empatar por 2 a 2 com o Campinense em pela Ilha do Retiro. Nesta segunda, a equipe voltou aos treinos, de olho no segundo turno do Campeonato Pernambucano, que tem início no próximo domingo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade