4 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Vem mais reforço? Alguém sai? O que pensa a diretoria do São Paulo

Leco se diz satisfeito com elenco atual, mas não descarta perder alguém; Ricardo Rocha diz que clube deve mirar jovens

8 ago 2018
11h11
atualizado às 15h08
  • separator
  • comentários

A contratação do meia-atacante Everton Felipe, anunciada na última terça-feira após acerto com o Sport, deixou o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, satisfeito com o elenco atual. O que não significa que o clube esteja fechado a novas oportunidades nem livre de possíveis perdas. Mas a ideia é que os futuros reforços tenham perfil parecido ao do recém-chegado: jovens com potencial de crescer vestindo a camisa tricolor.

"O São Paulo está satisfeito com o elenco que formou. Estamos felizes com a chegada de um novo grande jogador do futebol brasileiro (referindo-se a Everton Felipe), sempre abertos a quaisquer perspectivas de reforço. Mas, por enquanto, estamos formados. Esperamos chegar bem assim até o final do ano", afirmou o presidente são-paulino, durante o evento de inauguração do Caminho dos Ídolos, na noite da última terça-feira, no Morumbi.

Questionado se o clube pretendia vender mais alguém - o último a sair foi o lateral Éder Militão, negociado com o Porto-POR -, Leco não negou a possibilidade: "Não sei. É uma perspectiva que sempre existe, é um movimento natural no futebol".

Há tempos, o nome de Rodrigo Caio é um dos cotado para ser envolvido em uma transferência. Porém, a lesão no pé esquerdo sofrida em abril atrapalhou os planos do jogador, que nunca escondeu o desejo de ir para a Europa. Em recuperação de uma cirurgia no pé esquerdo, o zagueiro perdeu espaço no time. Hoje, é difícil de imaginar que ele possa tomar a posição de Arboleda, Anderson Martins ou Bruno Alves.

"Hoje, ele tem de brigar pela vaga. Mas tem o nosso máximo respeito pela pessoa que é. E tem talento. Fez mais de 150 jogos pelo São Paulo", comentou o superintendente Lugano, também durante o evento de terça à noite.

Novo perfil. Por mais que o clube se veja bem servido de opções para o técnico Diego Aguirre, quem deu a melhor pista sobre possíveis futuros reforços foi o coordenador de futebol do São Paulo, Ricardo Rocha.

O dirigente avisou que o grupo já conta com bastante gente experiente e, agora, o foco será mirar jovens promessas: "A gente tem conversado, o presidente, Raí, eu, Lugano, e o próprio Aguirre, e está na hora de a gente pensar em contratações de jogadores mais jovens também. Temos de resgatar isso. Não só o que a gente tem na base, mas que esses jogadores novos venham e conheçam o que é o São Paulo", explicou Rocha. "Tem muitos jogadores bons em clubes menores, mas que não têm oportunidades. Estamos de olho", avisou.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade