PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Titular após dois meses, Éder tem atuação apagada em última chance antes de disputa com Calleri

17 set 2021 06h14
| atualizado às 06h14
ver comentários
Publicidade

Depois de dois meses, o atacante Éder voltou a ser titular pelo São Paulo na derrota por 3 a 1 para o Fortaleza, na quarta-feira, pela Copa do Brasil. O camisa 23, no entanto, não teve uma boa atuação na que pôde ter sido sua última chance antes da disputa por posição com o recém-contratado Jonathan Calleri.

Éder ficou em campo durante 45 minutos, sendo substituído durante o intervalo por Luciano. Assim como praticamente todo o time do Tricolor paulista, o ítalo-brasileiro esteve apagado, dando poucos toques na bola e sendo inefetivo ao tentar pressionar a saída de bola do Fortaleza. Segundo o Footstats, foram seis passes certos, um errado e nenhuma finalização.

Contratado em março deste ano, o atacante ainda não se firmou no time do Morumbi. O jogador 34 anos sofreu com lesões durante a temporada, ficando fora de 18 jogos em decorrência de diferentes problemas musculares.

A titularidade diante do Fortaleza foi a primeira desde o duelo contra o Racing, em julho, pela ida das oitavas de final da Libertadores. Na ocasião, Éder sofreu um estiramento na coxa direita e foi desfalque em nove partidas consecutivas.

Após se recuperar da lesão, Éder foi relacionado para cinco confrontos, mas somente em dois acabou deixando o banco de reservas. Enquanto isso, outros atacantes, como Pablo e Vitor Bueno, ganharam oportunidades.

Uma nova disputa por um lugar entre os titulares faz com que a chance contra o Fortaleza adquirisse uma importância ainda maior. O argentino Calleri foi contratado para suprir a carência de centroavante. Hoje, o elenco são-paulino tem apenas Pablo como jogador de ofício da posição. Vitor Bueno e Éder também têm sido utilizados dessa forma.

Treinando com o restante do grupo tricolor há mais de uma semana, Calleri deve estrear diante do Atlético-GO, neste domingo, no Morumbi, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Não se sabe se o novo camisa 30 iniciará jogando ou será opção no banco.

Na atual temporada, Éder disputou 23 jogos, marcou cinco gols e deu duas assistências. O atacante chegou a ter uma sequência de sete jogos seguidos como titular, mas não deslanchou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade