0

Técnico interino diz que mudou esquema tático do São Paulo após ouvir Muricy

Sistema com três zagueiros funcionou e equipe conseguiu neutralizar o Flamengo, que pouco ameaçou na vitória tricolor por 2 a 1

26 fev 2021
02h02
atualizado às 02h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em uma de suas últimas partidas como técnico interino do São Paulo, Marcos Vizolli surpreendeu nesta quinta-feira ao mudar o esquema tático do time para o 3-5-2. A aposta deu certo, com a vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, que veio a ficar com o título do Brasileirão. Ao fim da partida, Vizolli revelou que a alteração no São Paulo teve o dedo de Muricy Ramalho, coordenador de futebol do clube.

"Na realidade, quando perdemos para o Botafogo, eu tinha em mente mudar o sistema, mas corria o risco por ser um esquema novo, jogando contra o Flamengo, com situação importante de jogo. Conversei com as pessoas que trabalham comigo e coloquei na mente que a gente teria uma profundidade maior, uma defesa sólida. Sem dúvida, o Muricy teve participação grandiosa, porque o debate final foi com ele. É um cara que conhece muito este sistema, foi tricampeão (brasileiro) assim", disse o treinador.

Vizolli atribuiu o triunfo sobre o bicampeão brasileiro à mudança tática, no Morumbi. "O esquema no jogo de hoje nos ajudou a liberar mais os jogadores de velocidade e ter uma defesa mais sólida para enfrentar o Flamengo", comentou, ao comemorar a quarta colocação na tabela. Mantendo sua vaga dentro do G4, o São Paulo assegurou vaga direta na fase de grupos da Copas Libertadores.

O treinador também falou sobre a ausência de Juanfran no jogo desta quinta-feira, pela rodada final do Brasileirão. O lateral espanhol não teve seu contrato renovado e até pediu para não ser relacionado para a partida final do campeonato.

"Acabamos o treino na quarta, e ele veio me procurar. Eu ia deixá-lo na suplência. Ele me procurou com educação e falou que não queria ficar no banco de reservas no último jogo e não queria vir. Justo? Justo. Um profissional de caráter", que escalou Igor Vinicius na posição. "O Igor me deu mais profundidade, mais velocidade."

Vizolli aproveitou e mandou um recado à diretoria e à nova comissão técnica do São Paulo, encabeçada por Hernán Crespo. Disse que o clube vai precisar buscar reforços para a lateral-direita. "É um elenco jovem, que precisa, sem dúvida, de reformas. É um elenco que tem somente um atleta nessa posição."

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade