PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

São Paulo precisa triplicar média de gols para igualar seu pior ataque no Brasileirão de pontos corridos

Tricolor precisa marcar 13 gols nas próximas cinco partidas para ao menos igualar sua campanha menos artilheira na história do Brasileirão de pontos corridos, com 39 gols

22 nov 2021 07h17
ver comentários
Publicidade

O São Paulo vive sua pior campanha no Campeonato Brasileiro em termos ofensivos. Terceiro pior ataque da competição, atrás apenas de Atlético-GO e Sport, o Tricolor precisa triplicar seu aproveitamento ofensivo para igualar sua campanha menos artilheira na era dos pontos corridos.

São Paulo vive sua campanha menos artilheira no Brasileirão de pontos corridos (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
São Paulo vive sua campanha menos artilheira no Brasileirão de pontos corridos (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Até o momento, as campanhas com menos gols do São Paulo no Brasileirão foram as de 2013 e 2019, anos em que o Tricolor balançou as redes 39 vezes em 38 partidas, média de 1,03 gols por jogo.

Em 2021, o time do Morumbi entrou em campo pelo Brasileirão 33 vezes, restando ainda cinco jogos na reta final do torneio. Nessas partidas, a equipe marcou apenas 26 gols, com média de 0,79 por jogo.

Isso significa que, caso queira ao menos se igualar com suas campanhas menos artilheiras, o time precisa marcar 13 gols em apenas cinco jogos, uma média de 2,6 gols por jogo. Manter essa média, porém, significa aumentar 3,3 vezes o aproveitamento atual da equipe.

Caso mantenha sua porcentagem atual, o São Paulo terminaria o campeonato com 30 gols, o que marcaria a primeira temporada desde o início dos pontos corridos em que o Tricolor tem média inferior a um gol por jogo.

Além disso, para ter essa média de um gol por jogo, o time precisaria aumentar seu aproveitamento no ataque em 3,04, mas seguiria tendo a pior campanha ofensiva da sua história nos pontos corridos.

Confira o número de gols do São Paulo em cada ano do Campeonato Brasileiro na era de pontos corridos:

- 2003 - 81 gols em 46 jogos - 1,76 gols por jogo;

- 2004 - 78 gols em 46 jogos - 1,7 gols por jogo;

- 2005 - 77 gols em 42 jogos - 1,83 gols por jogo;

- 2006 - 66 gols em 38 jogos - 1,74 gols por jogo;

- 2007 - 55 gols em 38 jogos - 1,45 gols por jogo;

- 2008 - 66 gols em 38 jogos - 1,74 gols por jogo;

- 2009 - 57 gols em 38 jogos - 1,5 gols por jogo;

- 2010 - 54 gols em 38 jogos - 1,42 gols por jogo;

- 2011 - 57 gols em 38 jogos - 1,5 gols por jogo;

- 2012 - 59 gols em 38 jogos - 1,55 gols por jogo;

- 2013 - 39 gols em 38 jogos - 1,03 gols por jogo;

- 2014 - 59 gols em 38 jogos - 1,55 gols por jogo;

- 2015 - 53 gols em 38 jogos - 1,39 gols por jogo;

- 2016 - 44 gols em 38 jogos - 1,16 gols por jogo;

- 2017 - 48 gols em 38 jogos - 1,26 gols por jogo;

- 2018 - 46 gols em 38 jogos - 1,21 gols por jogo;

- 2019 - 39 gols em 38 jogos - 1,03 gols por jogo;

- 2020 - 59 gols em 38 jogos - 1,55 gols por jogo.

Além da campanha ruim no ataque, o São Paulo vive uma campanha delicada, lutando contra o rebaixamento. Atualmente, o time ocupa a 14ª posição, obtendo um respiro após vencer o Palmeiras. Entretanto, o Tricolor está apenas quatro pontos acima da zona de rebaixamento.

Precisando melhorar os números no ataque, e se distanciar ainda mais do Z4, o São Paulo entra em campo na quarta-feira (24), às 21h30, no Morumbi, para enfrentar o Athletico-PR. O jogo é válida pela 34ª rodada do Brasileirão.

Lance!
Publicidade
Publicidade