0
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Rodrigo Caio promete "analisar com calma" proposta russa

13 jul 2017
23h24
atualizado em 14/7/2017 às 08h22
  • separator
  • comentários

A novela acerca da possível saída de Rodrigo Caio do São Paulo continua. Após o empate da equipe tricolor por 2 a 2 com o Atlético-GO, na noite desta quinta-feira, no Morumbi, o zagueiro garantiu que avaliará uma eventual proposta do Zenit, da Rússia, que já sinalizou em pagar 18 milhões de euros (R$ 65,8 milhões), valor que representa a multa rescisória do atleta.

Rodrigo Caio pode ser o próximo jogador a deixar o São Paulo
Rodrigo Caio pode ser o próximo jogador a deixar o São Paulo
Foto: LANCE!

"Se acontecer, vou analisar com calma, pensando em mim, às vezes a gente deixa de pensar em nós. Mas deixo com o empresário (Carlos Leite), com o clube. O melhor vai acontecer", falou o camisa 3, em entrevista concedida na zona mista do Morumbi.

Formado nas categorias de base do clube, Rodrigo Caio 'bateu na trave' de sair nas últimas temporadas, tendo recebido propostas do Valencia-ESP e Lazio-ITA. Recentemente ele renovou contrato até o fim de 2021 e ganhou um aumento salarial.

A diretoria, que recentemente vendeu cinco jogadores (David Neres, Lyanco, Maicon, Luiz Araújo e Thiago Mendes) do elenco profissional na temporada, não tem intenção de negociá-lo, mas ficará de mãos atadas caso os russos topem pagar a multa rescisória. No momento, o defensor garante estar focado no Tricolor.

"Eu procuro focar no São Paulo. Isso tem que ser tratado entre meu empresário e a diretoria. A gente não vive um momento bom e quero ficar focado no São Paulo. Esse é meu pensamento", assegurou.

Indagado sobre a estreia de Dorival Júnior e o resultado final, Rodrigo Caio lamentou o empate, mas também viu aspectos positivos diante do lanterna do Campeonato Brasileiro.

"Muito pouco tempo de trabalho, tivemos dois treinos, mas procuramos assimilar o que ele nos passou. O time conseguiu pressionar bastante, roubar bastante bola no campo de ataque, algo muito cobrado pelo Dorival. A gente fica com gosto amargo, ficamos na frente, infelizmente a gente não conseguiu a vitória. Não adianta abaixar a cabeça", encerrou.

Com 12 pontos ganhos em 13 rodadas, o São Paulo ocupa o 17º lugar do torneio, ainda dentro da zona de rebaixamento. A equipe, que não vence há oito jogos, buscará a reabilitação neste domingo, às 16 horas (de Brasília), contra a Chapecoense, na Arena Condá.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade