0

Prefeitura concede Pacaembu por R$ 111 milhões e 35 anos

8 fev 2019
16h10
atualizado às 16h10
  • separator
  • comentários

Na manhã desta sexta-feira, a Prefeitura de São Paulo concedeu o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu à iniciativa privada. O consórcio Patrimônio SP, composto pelo fundo de investimentos Savona e pela empresa Progen será responsável do local pelos próximos 35 anos.

O consórcio desembolsou R$ 111,2 milhões pela concessão, valor bem mais alto que os R$ 37 milhões pedidos inicialmente pela Prefeitura. A W Torre, que construiu e administra o Allianz Parque também estava na briga.

Santos adia apresentação de Cueva e reforça luto pela tragédia no Flamengo

De olho em decisão, São Paulo usará time reserva contra a Ponte

Chegadas de Lucão e Méndez "antecipam" saída de Léo Santos em julho

Com reforços e ídolos, Palmeiras acumula torcedores em seu elenco

Atualmente, quem mais utiliza o Pacaembu é o Santos. O presidente José Carlos Peres já declarou que quer mandar mais da metade dos jogos do Peixe no Estádio Municipal. Dessa forma, o Alvinegro da Vila Belmiro pode se aproximar do novo administrador para conseguir levar suas partidas à capital paulista.

Neste sábado, o Santos mandará seu confronto diante do Mirassol, pelo Campeonato Paulista, justamente no Pacaembu, às 17h00 (horário de Brasília), em jogo válido pela quinta rodada do Estadual.

Os outros três grandes, São Paulo, Palmeiras e Corinthians mandam suas partidas no Pacaembu de forma pontual, quando não conseguem ter os seus respectivos estádios à disposição.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade