2 eventos ao vivo

Pato reconhece atuação ruim em Itaquera e diz ainda não estar 100%

26 mai 2019
22h24
atualizado em 29/5/2019 às 09h51
  • separator
  • comentários

Um dos protagonistas do Majestoso entre Corinthians e São Paulo neste domingo, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, foi Alexandre Pato, que reencontrou o Alvinegro e a Fiel pela primeira vez na carreira vestindo a camisa Tricolor. O camisa sete, porém, não esteve nem perto de seus melhores dias e reconheceu a atuação ruim após a derrota por 1 a 0, admitindo a necessidade de uma resposta rápida.

"Não fui bem, não foi meu melhor jogo. Reconheço que poderia ter sido melhor, que poderia ter ajudado mais meu time, mas não consegui. O Corinthians fez um gol muito rápido, um gol muito de sorte, e seguro lá atrás. Nós tentamos, mas não conseguimos", disse Pato, que enalteceu a vontade do São Paulo em tentar o resultado após sofrer o gol de Pedrinho logo aos seis minutos do primeiro tempo.

"A gente tentou. A gente está tentando. No final subimos o Reinaldo, subimos o Igor, tentamos cruzar a bola na área, mas a bola não entrou. Temos muito o que melhorar para reverter essa situação e chegar no fim do Brasileirão com um bom resultado para agradar nossa torcida. É um momento difícil, mas temos que trabalhar para mudar", completou.

Contratado no decorrer do Campeonato Paulista, Pato não pôde atuar na competição estadual e estreou no Campeonato Brasileiro, tendo atuado em cinco dos seis jogos do time na competição e anotado um gol. Ainda assim, o atacante disse não estar 100% fisicamente, mas mostrou confiança de que a parada para a Copa América será fundamental para sua melhora.

"Eu vim, fiquei cinco meses parado. Não fiz a pré-temporada com o grupo, mas estou me esforçando muito nos jogos. Não estou 100%, não estou bem fisicamente, estou tentando melhorar a cada jogo e reconheço que não fui bem. Tenho certeza que no decorrer do campeonato vou conseguir alcançar minha melhora física. Vou lutar e trabalhar forte para entrar em forma o mais rápido possível", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade