PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Favoritar Time

Ney Franco poupa Lúcio, mas crê que vitória ocorreria sem expulsão

2 mai 2013 - 23h43
(atualizado em 3/5/2013 às 08h59)
Ver comentários
Ney Franco "abafa" expulsão e garante Lúcio contra Corinthians:

O técnico Ney Franco evitou críticas ao zagueiro Lúcio, personagem central da derrota do São Paulo por 2 a 1 para o Atlético-MG na noite desta quinta-feira, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. O jogador foi expulso aos 35min, quando o time paulista dominava, vencia por 1 a 0 e ameaçava ampliar. Apesar do prejuízo, acabou poupado pelo treinador.

"Acho que o momento não é de pegar o Lúcio e falar que foi responsável por uma derrota. Momento foi de fazer nossa avaliação com os jogadores no vestiário. A competição está aberta. Se passar pelo Atlético-MG, ele está inscrito e tem uma Libertadores pela frente. Cometeu um erro, mas não pode ficar se remoendo. Tem que seguir”, disse Ney Franco, nos vestiários do Morumbi.

Lúcio não teve contato com a imprensa após a expulsão. O jogador recebeu o segundo amarelo e o vermelho ao chegar atrasado em dividida e acertar Bernard. "Estávamos sendo superiores e jogando melhor. Tivemos a competência de fazer o gol e criamos outras oportunidades na área", analiso Ney Franco. "Isso me leva a crer que, se terminássemos o jogo sem expulsões, poderíamos ter conquistado a vitória", admitiu.

"Mas não adianta ficar pensando no 'se'. O fato é que perdemos, tivemos um expulso e agora temos que mobilizar o grupo para manter a confiança", reforçou o técnico. Esse processo deve ser imediato, já que no domingo o São Paulo faz clássico com o Corinthians no Morumbi, às 16h (de Brasília), pela semifinal do Campeonato Paulista. A partida de volta com o Atlético-MG vem logo na sequência, na próxima quarta.

"Domingo temos um clássico com o Corinthians e o Lúcio tem grandes chances de jogar. É um jogador que vai estar à disposição no domingo. Espero que possa contar com ele. A gente entende que ele cometeu um erro e não dá para achar que só ele tem culpa”, afirmou o treinador.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade