2 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Mattos defende Galiotte e revela que Jesus quase foi para o São Paulo

15 jul 2017
11h06
atualizado às 11h06
  • separator
  • comentários

De licença desde o último dia 2 de julho, Maurício Galiotte viu de longe as derrotas do Palmeiras contra Barcelona de Guaiaquil (Copa Libertadores) e Corinthians (Campeonato Brasileiro). Ao defender o presidente do clube durante sua ausência, o diretor de futebol Alexandre Mattos revelou que Gabriel Jesus quase foi contratado pelo rival São Paulo.

"Pelo que ouço, parece que o Maurício tem seis meses de Palmeiras: 'Chegou e já saiu de férias?'. Ele tem um compromisso em Barcelona com questões a resolver (tratar do empréstimo de Vitinho) e essa viagem estava marcada há longa data. Para quem não sabe, ele foi um vice muito atuante nos quatro anos junto ao Paulo Nobre", advogou Mattos.

De acordo com o diretor de futebol, Maurício Galiotte teve papel fundamental na manutenção de Gabriel Jesus. Após despontar nas categorias de base do Palmeiras, o jovem atacante atraiu interesse de alguns clubes, entre eles o São Paulo, vizinho da Academia de Futebol.

"Viveu anos desgastantes, com muita pressão, e participou das tomadas de decisão. O Gabriel Jesus, hoje um ídolo mundial, ia pular o muro para o São Paulo. Se o Maurício não estivesse, ele teria pulado. Não tem problema esse cara pegar a família e fazer uma viagem marcada há mais de um ano", argumentou Mattos.

Embora esteja de licença, Maurício Galiotte vem mantendo contato constante para acompanhar detalhes do andamento do clube e dar instruções, segundo Alexandre Mattos. O diretor de futebol, inclusive, se disse lisonjeado com a confiança do mandatário.

"Ele vem falando comigo diariamente e conhece profundamente os profissionais que estão aqui. Tem quatro anos e meio de Palmeiras e participou de todos os títulos. As fotos estão lá. Quando a torcida criticar, tem que lembrar que ele participou de tudo", afirmou Mattos.

Às 11 horas (de Brasília) deste domingo, o clube presidido por Maurício Galiotte enfrenta o Vitória, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Palestra Itália. Com 19 pontos ganhos, o Palmeiras ocupa a sexta posição do torneio nacional e vem de duas derrotas consecutivas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade