0
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Juan indica contratação de Rodrigo Caio à Roma: "O melhor do Brasil"

10 out 2017
16h41
atualizado às 18h02
  • separator
  • comentários

O zagueiro veterano Juan, hoje no Flamengo, parece que ainda exerce influência na Roma, equipe em que atuou entre 2007 e 2012. Em entrevista ao jornal italiano La Gazzeta Dello Sport , o jogador de 38 anos indicou ao clube a contratação de Rodrigo Caio. E, se possível, que o faça rapidamente.

"Roma, leve Rodrigo Caio imediatamente. No Brasil, (o melhor zagueiro) é o Rodrigo Caio, do São Paulo. Um jovem com certeza de um grande futuro, convocado para a Seleção", afirmou Juan, em entrevista publicada nesta terça-feira.

Revelado nas categorias de base do Tricolor, Rodrigo Caio tem 24 anos e contrato válido até dezembro de 2021. A multa rescisória do camisa 3 é de 18 milhões de euros (R$ 67,3 milhões na cotação atual). A janela de transferência para os principais mercados da Europa será aberta em janeiro.

Frequentemente assediado, o zagueiro são-paulino foi alvo de vários clubes europeus nos últimos anos. Em 2015, por pouco não assinou com o Valencia. Na temporada seguinte, teve o interesse de Lazio, Napoli e Atlético de Madrid. A sondagem mais recente foi protagonizada pelo Zenit, da Rússia, que chegou a sinalizar com o pagamento da multa rescisória, em julho, mas a negociação não vingou.

Rodrigo Caio, cujo maior sonho é disputar a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, é nome constante nas convocações de Tite. Para essa última rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas, ele não foi lembrado, mas acabou sendo acionado após Thiago Silva ter sido cortado por lesão.

No último compromisso do Brasil nas Eliminatórias, contra o Chile, nesta terça-feira, no Palestra Itália, Rodrigo Caio será reserva. Após a partida, ele se juntará à delegação tricolor em Belo Horizonte, onde o São Paulo enfrentará o Atlético-MG, na quarta, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade