PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Fora de últimos jogos do São Paulo, Rojas perde espaço mesmo sem limite de estrangeiros

17 set 2021 07h02
| atualizado às 07h02
ver comentários
Publicidade

Joao Rojas parece cada vez mais fora do São Paulo. Após algumas boas atuações no Campeonato Paulista e renovação de contrato em maio, o equatoriano não conseguiu ter um bom desempenho dentro de campo e, mesmo sem a necessidade de limitar estrangeiros, não foi relacionado pelo técnico Hernán Crespo para os últimos jogos.

Nas derrotas do Tricolor paulista para Fortaleza, pela Copa do Brasil, e Fluminense, pelo Brasileirão, Rojas sequer ficou no banco de reservas. Pelo regulamento das competições da CBF, não é permitido relacionar mais do que cinco estrangeiros para uma partida. Nos dois confrontos, no entanto, apenas quatro gringos tricolores estiveram na relação.

Sendo assim, o equatoriano ficou de fora por opção técnica. Rojas atuou pela última vez no dia 22 de agosto, quando foi titular no triunfo por 1 a 0 sobre o Sport, pelo Brasileirão. Desde então, chegou a ser relacionado para dois jogos, mas em ambos não foi utilizado e ficou no banco.

A tendência é que Rojas perca ainda mais espaço. Com as contratações do uruguaio Gabriel e do argentino Jonathan Calleri, o São Paulo passou a ter oito estrangeiros em seu elenco. Com isso, pelo menos três terão de ser cortados em todas as partidas.

Atualmente, Arboleda e Rigoni são os únicos dois estrangeiros que garantiram uma vaga entre os titulares da equipe de Crespo. Quando está em condições de jogo, Benítez também costuma ser utilizado. Sendo assim, o colombiano Orejuela, o paraguaio Galeano, os dois novos reforços e Rojas disputam as últimas duas vagas.

A perda de espaço também significa que o futuro de Rojas não deve ser no São Paulo. O jogador de 32 anos tem contrato com o clube até o fim do ano. Na atual temporada, foram quatro gols marcados e uma assistência em 29 partidas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade