PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Experiente, Miranda promete 'um trabalho bem melhor' do São Paulo no próximo ano

Com remotas chances de ir à Libertadores e cheio de desfalques, o clube se arma para não repetir um ano tão decepcionante em 2022

7 dez 2021 20h27
| atualizado às 20h27
ver comentários
Publicidade

O São Paulo se despede da temporada nesta quinta-feira, em visita ao América-MG, mas o pensamento de todos no Morumbi já é na próxima temporada. Com remotas chances de ir à Copa Libertadores e cheio de desfalques, o clube se arma para não repetir um ano tão decepcionante em 2022. Capitão e mais experiente de grupo, o zagueiro Miranda promete alegrias à torcida.

O defensor viu os são-paulinos vaiarem muito o time após os 3 a 1 sobre o Juventude, no Morumbi, segunda-feira, e não reprovou a atitude. Ciente que a torcida sofreu acima do comum no Brasileirão, ele ainda agradeceu o apoio, jogando para a força das arquibancadas os méritos para o time fugir da queda.

"Que em 2022 possamos fazer muito mais e muito melhor por essa torcida que nos ajudou tanto nessa reta final. A história do São Paulo é gigante, a torcida também e precisamos estar à altura", escreveu o defensor. "Obrigado, são-paulinas e são-paulinos, por todo o apoio. Vocês fizeram a diferença", reconheceu.

Com a suspensão de Arboleda, Miranda deve formar dupla com Léo na despedida do ano. Liziero e Luciano são outros jogadores impossibilitados de entrar em campo por causa de acúmulo de cartões. Rogério Ceni terá apenas o treino desta quarta-feira para definir a escalação.

Apesar de não jogar em Belo Horizonte, Arboleda pode ter motivos para festejar na semana. Seu empresário deve fechar nos próximos dias a renovação de contrato com o São Paulo. O equatoriano já teria os salários acertados - exigia um aumento -, faltando apenas definir algumas cláusulas do novo acordo.

A diretoria do São Paulo estranhou a notícia do América-MG de que não teriam ingressos aos visitantes, mas acabaram acertando o mal-entendido nesta segunda-feira e o são-paulino poderá se despedir da equipe no Independência.

Estadão
Publicidade
Publicidade