0

Estratégia de Diniz eliminou chance do São Paulo perder três titulares para as quartas

27 jul 2020
17h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A grande polêmica do mundo do futebol na última semana esteve relacionada à especulação de que o São Paulo poderia facilitar a vida do Guarani, que disputava uma vaga nas quartas do Paulistão com o Corinthians. Apesar de ter entrado em campo com uma equipe praticamente reserva, com exceção de Tiago Volpi, o Tricolor mostrou força na Vila Belmiro e venceu o Bugre.

Além de calar os críticos ao comandar uma equipe com uma postura elogiável dentro de campo, Fernando Diniz evitou que o São Paulo tivesse a possibilidade de ter desfalques importantes para enfrentar o Mirassol, nesta quarta-feira, às 19h, no Morumbi.

Isso porque, antes do último jogo da fase de grupos, Reinaldo, Bruno Alves e Vitor Bueno estavam pendurados, já que acumulavam dois cartões amarelos na competição. No entanto, o regulamento do Paulistão prevê que todas as advertências sejam zeradas após o término da 12ª rodada.

Portanto, os três titulares absolutos poderão enfrentar o Mirassol e ainda não correm o risco de perderem uma eventual semifinal, já que não estão mais pendurados. Tchê Tchê e Daniel Alves, que cumpriram suspensão na última rodada, também não serão problemas para Diniz.

Dessa forma, caso não haja surpresas de última hora, o Tricolor deve entrar em campo na quarta-feira com: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda, Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves, Igor Gomes; Pablo, Vitor Bueno e Alexandre Pato.

Depois de doze rodadas disputadas, o São Paulo encerrou a primeira fase do Paulistão na primeira colocação do grupo C, com 21 pontos. Os comandados de Diniz estão na terceira posição da classificação geral, atrás apenas do líder Red Bull Bragantino e do Palmeiras.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade